GIRLS IN GREEN

No indoor, você precisa criar as condições perfeitas de temperatura e umidade para o desenvolvimento da maconha — e aí entra o VPD! Aqui, a gente explica o assunto.

Aqui, a gente fala muito sobre como cultivar indoor é, de certa forma, brincar de Deus. A gente busca sempre imitar as melhores condições que a natureza poderia oferecer para que nossas plantinhas cresçam e se desenvolvam com saúde. Dentro disso, entram também condições de temperatura e umidade — que, juntas, geram o Vapor Pressure Deficit (VPD), ou Déficit de Pressão de Vapor.

Déficit de Pressão de Vapor, mais comumente referido como VPD, é um conceito agrícola que mede a diferença de pressão entre a umidade dentro e fora de uma folha. Para os produtores de maconha, controlar essa métrica pode produzir plantas mais saudáveis ​​e robustas, com maior resistência a indicadores biológicos e fungos.

Assim como o ser humano funciona melhor em determinadas temperaturas, a maconha precisa de conforto térmico para atingir todo seu potencial. Então, vamos mergulhar nesses conceitos para entender melhor o que é o VPD e como ele pode influenciar seu cultivo indoor?

Vem com a gente!

Foto colorida de uma folha de cannabis com ilustração de um estômato (ampliado)
Estômatos da folha de cannabis  Fonte: Cannabistech

O que é Déficit de Pressão de Vapor (VPD) e qual seu papel?

O Déficit de Pressão de Vapor mede o poder de secagem que o ar tem sobre a sua planta. Basicamente, é a quantidade de umidade que está sendo sugada da planta pela atmosfera em torno dela.

Isso é bem importante por vários motivos, mas principalmente porque a planta usa a transpiração para crescer. Se ela não tiver como liberar umidade através de seus estômatos, ela pode (e bem provavelmente vai) acabar morrendo. O processo de transpiração nas plantas é semelhante à forma como suamos, mas a maior diferença é que eles fazem isso para que possam puxar mais líquidos através de suas raízes e alimentar o processo da fotossíntese.

Se o VPD no seu cultivo é muito alto, as plantas podem não ser capazes de acompanhar a demanda ambiental sobre elas. O ar secará muito rápido, o que fará com que eles exibam sintomas que se parecem com deficiências de nutrientes, e a planta não vai se desenvolver bem.

Mas se o Déficit de Pressão de Vapor for muito baixo, as plantas não vão conseguir transpirar. A umidade pode se acumular nas folhas e a planta crescerá muito mais lentamente. Essa condição ainda torna muito mais fácil o desenvolvimento de bolores e fungos, como o oídio. 

Existem diferentes tipos de medições de pressão de vapor, como: 

  • Pressão de Vapor Saturada (SVP);
  • Déficit de Pressão de Vapor Atmosférico (AVPD);
  • Déficit de Pressão de Vapor de Folha (LVPD);
  • Além de vários outros.

Para quem usa LED, o mais importante é pensar no Déficit de Pressão de Vapor da Folha (LVPD).

Foto colorida de um cultivo de cannabis indoor em floração
Se vc usa LED, fique atento no Déficit de Pressão de Vapor da Folha

O que é Déficit de Pressão de Vapor da Folha, ou LVPD?

Basicamente, o Déficit de Pressão de Vapor é a diferença entre a Pressão de Vapor Saturado (SVP) e a Umidade Relativa da sua sala de cultivo A pressão de vapor saturado é a quantidade máxima de umidade que a atmosfera pode conter de acordo com sua temperatura, enquanto a Umidade Relativa é a quantidade de umidade presente no ar. Portanto, para calcular o déficit de pressão de vapor da sala, tudo o que você precisa é de duas medições: temperatura e umidade relativa.

Mas as coisas não são lá tão simples, né não? 

A experiência da planta é um pouco diferente: normalmente, as folhas estão mais ou menos um grau mais frias do que a sala, porque estão transpirando. A evaporação na superfície da folha literalmente extrai calor da folha, resfriando-a. Isso é chamado de Déficit de Pressão de Vapor da Folha (LVPD). 

Para medi-lo, a gente precisa descobrir a temperatura da folha das plantas. Para obter essa medição, usamos um termômetro infravermelho, que geralmente é baratinho e facilmente encontrado por aí.

Portanto, embora o déficit de pressão de vapor da sala seja importante, realmente queremos nos concentrar no que está acontecendo dentro da maconha!

Foto colorida de um cultivo de cannabis em floração
Se vc usa LED, fique atento no Déficit de Pressão de Vapor da Folha

Como calcular o VPD e o LVDP no cultivo indoor?

Para calcular o VPD, precisamos da temperatura e da umidade relativa do espaço de cultivo. Também precisamos saber a pressão de vapor de saturação (SVP) — que pode ser consultada de acordo com a temperatura da sua sala. Nessa tabela abaixo, a temperatura está em Celsius e a SVP em Pascals:

Seguindo isso, podemos utilizar a fórmula ((100-RH)/100) x SVP. 

Ou seja: 100 menos a umidade relativa do ar, dividido por 100 e então multiplicada pelo SVP obtido no gráfico acima. O resultado será em Pascal, que você pode converter para hectoPascal (hPa) para uso em outros gráficos.

Exemplo:

Se o seu quarto é de 75 F (24°C), ele tem um SVP de 2983, de acordo com o gráfico. Juntamos com uma umidade relativa de 60% e temos:

VPD = ((100-60)/100) x 2983 ou 0,4 x 2983 = 1193 Pascais ou 11,93 hPa

E, para calcular a LVPD, vamos ensinar de um jeito fácil, como a galera da Quest ensinou em seu blog.

Primeiro, copie e cole a fórmula a seguir na próxima linha na célula A10 de uma planilha do Excel ou Google Sheets:

=3,386*(EXP(17,863-9621/(A7+460))-((A6/100)*EXP(17,863-9621/(A5+460))))

Depois, você deve digitar três valores em três outras células:

Célula A5: temperatura do ar em F

Célula A6: porcentagem de umidade relativa do ar

Célula A7: temperatura da folha em F

Assim, a célula A10 fornecerá o LVPD total.

Exemplo:

Se você tem uma temperatura ambiente de 80°F, umidade relativa de 47% e temperatura da folha de 75°F, sua LVPD será de 1,34 kPa (um pouco seco demais para melhor crescimento).

LVPD e estágios da planta

Para cada fase do seu cultivo, existe uma janela de LVPD considerada ideal. 

Para mudas e clones, que gostam de umidade mais alta, o LVPD ideal é entre 0,8 kPa e 1,0 kPa.

Na vega, ou estágio vegetativo, as plantas já precisam de menos umidade. Por isso, o Déficit de Pressão de Vapor da Folha ideal fica na faixa de 1,0 kPa a 1,2 kPa.

Já durante a floração, você precisa de menos umidade ainda — principalmente pelo risco de ataque de indicadores biológicos e mofo. Assim, a recomendação é manter o LVPD entre 1,2 kPa e 1,6 kPa.

No caso de dúvidas, você pode consultar essa tabela aqui:

Como consertar problemas no VPD?

O VPD pode ser facilmente controlado se você tem um desumidificador e um ar condicionado. Mantenha as temperaturas e a umidade relativa do ar dentro dos limites apresentados na tabela e você vai chegar ao VPD (e LVPD) perfeito para que sua planta se desenvolva nas melhores condições possíveis.

E aí, gostou das nossas dicas? Esperamos que você consiga usá-las de maneira prática e empregar todo esse conhecimento aí no seu grow. Ser cultivadora ou cultivador nem sempre é fácil, e requer bastante dedicação e conhecimento no caminho! Por isso, em caso de dúvidas, dê uma chegadinha aqui na nossa sessão de cultivo — já temos vários posts explicando conceitos básicos e trazendo nossas preferências. 

Se você já cultiva e teve que lidar com problemas relacionados a VPD e LVPD, não esqueça de deixar um comentário aqui e contar sua experiência! Além disso, siga nosso Instagram @girlsingreen710 para conselhos quentinhos relacionados a essa e diversas outras temáticas.

Até a próxima!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments