GIRLS IN GREEN

Saiba quais são as funções do sistema endocanabinóide em nosso organismo e como esses receptores interagem quando utilizamos a cannabis.

A maconha tem sido um assunto que tem chamado muita atenção em um aspecto muito amplo ultimamente, certo? Mesmo que isso possa ser relativo, dependendo do país em que você está, a Internet e a grande mídia têm trazido cada dia mais esse assunto a tona.

Numa perspectiva científica e terapêutica, desde 1990, a maconha vem revolucionando a medicina e a vida de muitos, com a descoberta do Sistema Endocanabinóide (ECS). O fator mais mágico descoberto é que, na verdade, nosso cérebro produz moléculas naturais “parecidas com cannabis”. É como se estivéssemos conectados a essa planta desde os primórdios.

Que tal saber mais sobre isso? Vem com a gente!

O que é o sistema endocanabinóide?

O endocanabinóide é um sistema neuromodulador generalizado, descoberto na Universidade Hebraica em Jerusalém pelo dr. Lumir Hanus, juntamente com o pesquisador americano dr. William Devane, enquanto exploravam o composto THC. A dra. Lisa Matsuda foi a primeira a publicar a existência do receptor canabinóide CB-1 e, desde então, a comunidade médica vem buscando um entendimento mais profundo de como esse sistema funciona e por quê ele existe.

Afinal, uma pergunta importante: por que o corpo produz receptores canabinóides “se a cannabis faz mal a você”?

Para entender melhor, precisamos primeiro explicar três componentes estruturais: endocanabinóides, receptores e enzimas.

Os endocanabinóides são muito semelhantes aos canabinóides encontrados na planta, mas são produzidos pelo nosso próprio corpo e nos ajudam a controlar as funções internas quando algo está em desequilíbrio. Até agora, os endocanabinóides mais conhecidos são: Anandamida (AEA) e 2-araquidonoylglicerol (2-AG).

Os receptores endocanabinóides são proteínas que possibilitam a interação de substâncias com as moléculas presentes no interior desta e podem ser encontradas em todo o corpo. Na verdade, eles são os receptores neuromoduladores mais abundantes no corpo. Os dois mais conhecidos são o CB-1, encontrado principalmente no sistema nervoso central, e o CB-2, encontrado principalmente no sistema nervoso periférico e no sistema imunológico.

As enzimas são as encarregadas de dissolver os endocanabinóides depois de desempenharem suas funções, e cada uma delas possui uma enzima específica para isso. Mas por enquanto não iremos nos aprofundar aqui!

A ampla presença de receptores endocanabinóides no corpo humano e sua interação com os hormônios explica por que o ECS funciona como um dos principais atores em funções vitais, como sono, humor, apetite, estresse, função hepática, metabolismo, dor crônica, pele, função nervosa, entre outros.

Nosso corpo trabalha duro para manter as coisas em equilíbrio e temos reações naturais quando sentimos que algo está errado, então tentamos proteger nosso ambiente interno – esse processo é conhecido como homeostase. Quando algo precisa ser regulado, o ECS é ativado e nosso corpo inicia seu processo e não pára até que o problema seja resolvido; é por isso que ter uma deficiência de endocanabinóides pode causar muitas complicações.

Mas essa é a reação natural do nosso corpo. E o que acontece quando usamos cannabis e canabinóides como THC, CDB, CBG, CBN e todos os outros interagem com nossos receptores?

Plantas de cannabis crescendo ao ar livre
Plantas de cannabis crescendo ao ar livre

O que já foi descoberto

Estudos realizados com THC mostraram que ele tem preferência pelos receptores CB-1, que estão principalmente presentes no cérebro humano, e é a explicação do porquê ele produz os efeitos psicoativos e intoxicantes conhecidos como “chapar”. Por outro lado, estudos mostram que o CBD, em vez de interagir com um ou outro receptor, interage com todo o ECS e nos ajuda a produzir mais endocanabinóides que ajudarão a ter um corpo mais saudável.

Novos estudos estão sendo feitos com canabinóides isolados para entender sua interação. Entreteanto, também existem alguns novos estudos com cannabis de espectro total (full spectrum), que mostram que os canabinóides, quando combinados, têm comportamentos diferentes – e podem agir ainda melhor. Há muito a aprender sobre todo o potencial médico da maconha e também sobre as precauções para evitar o abuso.

Tudo isso explica porque:

  • A cannabis produz efeitos tão curiosos e complexos em nossa mente e corpo;

  • Essas descobertas são inovadoras e revolucionárias para algumas doenças;

  • É tão importante para os usuários usá-la com segurança e responsabilidade;

  • Governos e estados devem legalizar a cannabis, incentivar a pesquisa científica, garantir o acesso do público e reparar os danos sociais causados pela guerra às drogas!

Incrível saber tudo isso, certo?

Fique de olho aqui no blog para saber ainda mais!

guest
20 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
h.alvspoker@gmail.com
2 anos atrás

Muito interessante, não tinha nenhum conhecimento sobre o sistema endocanabinóide, esse post é esclarecedor.

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Que máximo que você curtiu Heitor!! A gente gosta muito de saber o que os usuários estão pensando, sempre que quiser deixa o seu feedback!!

emypjc@gmail.com
2 anos atrás

Estou cursando o 3° período de Farmácia e, até agora, não há nenhuma informação sobre o Sistema Cannabinóide na grade curricular. Soube ontem da existência desse Sistema no curso do Delta9 sobre a Cannabis aplicada à diversas áreas e estou muito feliz de ter encontrado uma introdução sobre esse tema aqui nesse site. Meu sincero agradecimento e progresso pra vocês <3

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Oi Emily, tudo bom? Que incrível que a gente pode te auxiliar! Em breve vem uma série só sobre os possíveis usos terapêuticos da cannabis que vai expandir melhor sobre o assunto do sistema endocanabinoide!

igorkaue80@gmail.com
1 ano atrás

Ótimo conteúdo sobre o sistema endocanabinóide!!
Isso faz clarear a mente para uma melhor compreensão dos efeitos.
Obrigado pelo conhecimento compartilhado.

h.alvspoker@gmail.com
2 anos atrás

Muito interessante, não tinha nenhum conhecimento sobre o sistema endocanabinóide, esse post é esclarecedor.

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Que máximo que você curtiu Heitor!! A gente gosta muito de saber o que os usuários estão pensando, sempre que quiser deixa o seu feedback!!

emypjc@gmail.com
2 anos atrás

Estou cursando o 3° período de Farmácia e, até agora, não há nenhuma informação sobre o Sistema Cannabinóide na grade curricular. Soube ontem da existência desse Sistema no curso do Delta9 sobre a Cannabis aplicada à diversas áreas e estou muito feliz de ter encontrado uma introdução sobre esse tema aqui nesse site. Meu sincero agradecimento e progresso pra vocês <3

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Oi Emily, tudo bom? Que incrível que a gente pode te auxiliar! Em breve vem uma série só sobre os possíveis usos terapêuticos da cannabis que vai expandir melhor sobre o assunto do sistema endocanabinoide!

igorkaue80@gmail.com
1 ano atrás

Ótimo conteúdo sobre o sistema endocanabinóide!!
Isso faz clarear a mente para uma melhor compreensão dos efeitos.
Obrigado pelo conhecimento compartilhado.

h.alvspoker@gmail.com
2 anos atrás

Muito interessante, não tinha nenhum conhecimento sobre o sistema endocanabinóide, esse post é esclarecedor.

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Que máximo que você curtiu Heitor!! A gente gosta muito de saber o que os usuários estão pensando, sempre que quiser deixa o seu feedback!!

emypjc@gmail.com
2 anos atrás

Estou cursando o 3° período de Farmácia e, até agora, não há nenhuma informação sobre o Sistema Cannabinóide na grade curricular. Soube ontem da existência desse Sistema no curso do Delta9 sobre a Cannabis aplicada à diversas áreas e estou muito feliz de ter encontrado uma introdução sobre esse tema aqui nesse site. Meu sincero agradecimento e progresso pra vocês <3

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Oi Emily, tudo bom? Que incrível que a gente pode te auxiliar! Em breve vem uma série só sobre os possíveis usos terapêuticos da cannabis que vai expandir melhor sobre o assunto do sistema endocanabinoide!

igorkaue80@gmail.com
1 ano atrás

Ótimo conteúdo sobre o sistema endocanabinóide!!
Isso faz clarear a mente para uma melhor compreensão dos efeitos.
Obrigado pelo conhecimento compartilhado.

Heitor Alves
Heitor Alves
2 anos atrás

Muito interessante, não tinha nenhum conhecimento sobre o sistema endocanabinóide, esse post é esclarecedor.

Girls In Green
2 anos atrás
Reply to  Heitor Alves

Que máximo que você curtiu Heitor!! A gente gosta muito de saber o que os usuários estão pensando, sempre que quiser deixa o seu feedback!!

Emily Paixão
Emily Paixão
2 anos atrás

Estou cursando o 3° período de Farmácia e, até agora, não há nenhuma informação sobre o Sistema Cannabinóide na grade curricular. Soube ontem da existência desse Sistema no curso do Delta9 sobre a Cannabis aplicada à diversas áreas e estou muito feliz de ter encontrado uma introdução sobre esse tema aqui nesse site. Meu sincero agradecimento e progresso pra vocês <3

Girls In Green
2 anos atrás
Reply to  Emily Paixão

Oi Emily, tudo bom? Que incrível que a gente pode te auxiliar! Em breve vem uma série só sobre os possíveis usos terapêuticos da cannabis que vai expandir melhor sobre o assunto do sistema endocanabinoide!

Igor kaue
Igor kaue
1 ano atrás

Ótimo conteúdo sobre o sistema endocanabinóide!!
Isso faz clarear a mente para uma melhor compreensão dos efeitos.
Obrigado pelo conhecimento compartilhado.