GIRLS IN GREEN

Esse é o momento final do cultivo, e se você, jardineira ou jardineiro, venceu todos os obstáculos, é preciso ter bastante cuidado para colher no momento certo, da forma certa. Aqui, vamos falar um pouco mais sobre essa etapa!

Você passou por todas as etapas desse processo lindo que é o crescimento da sua planta de cannabis. E, agora que os buds já estão lindos, cheirosos e super floridos, como saber que é a hora certa de colher e aproveitar no maior potencial os frutos do seu trabalho?

Vamos ser bem honestas: a colheita pode ser aquele momento “tudo ou nada” do seu cultivo. Se você fizer algo errado, pode perder meses e meses de dedicação, nutrição, iluminação, podas, carinho – e dinheiro. Então, é preciso garantir, de todas as formas possíveis, que isso não vai acontecer, e que sua cannabis será colhida no momento que você precisa, de acordo com a sua finalidade.

A verdade é que existem variadas dicas de como colher e até tempos diferentes dependendo do que você irá fazer com a sua cannabis: se irá usar para fumar a flor, fazer um óleo, para fazer hash, para fazer fresh frozen… Então, talvez o primeiro ponto desse post é saber se você já definiu o que você deseja das suas plantas.

Com isso em mente, podemos explicar melhor o nosso processo de colheita e o que sabemos sobre esse assunto, para ajudar você a finalizar seu ciclo de cultivo com chave de ouro. Vamos lá?

Alice segurando uma bandeja com a Colheita linda dos buds densos e grandes da Sunshine, da @sunboldtgrown
Colheita linda dos buds densos e grandes da Sunshine, da @sunboldtgrown

Será que tá na hora?

Quando é a melhor hora para colher sua maconha?

Para julgar o momento ideal para a colheita, você precisará observar o desenvolvimento da resina nos buds e nas folhas. São os tricomas que indicam a maturação da planta. E por essas bolinhas brilhantes serem super pequenas e difíceis de ser visto a olho nu, a gente recomenda que você compre uma lupa! Observe atentamente a coloração desses tricomas. No início do ciclo, eles são apenas bolinhas, chamadas tricomas basais. À medida que a planta amadurece, surgem tricomas mais alongados, com uma forma de pirulito, ou também um cogumelo.

Quando o processo avança, os tricomas assumem uma cor branca leitosa translúcida, seguida de âmbar.

Sobre isso, a gente tem algumas considerações:

  • Existem growers que preferem colher quando 80%  dos tricomas está em um branco mais leitoso e 20% transparente – e poucos tricomas âmbar. Essa é a galera do hash mais clarinho

  • Enquanto pessoas que querem um hash com colorações mais escuras e também mais oleosos, a colheita é feita já quando existe uma porcentagem superior de tricomas âmbar (super maduros)

  • Enquanto isso, outros acreditam que o melhor é colher quando estão 70% em um branco leitoso e 30% na cor âmbar.

É importante lembrar que cada pessoa pode ter uma preferência – o importante é não colher com tricomas imaturos, que é quando a maioria estiver ainda transparente.

Algumas outras dicas para decidir o momento ideal para a colheita são confirmar que a produção de resina atingiu o pico; que as flores pararam de crescer; e que as folhas secundárias começaram a perder a cor e a maioria das folhas principais caiu. O outro sinal é os tricomas estarem na coloração que você mais gosta!

Mulher com buds de maconha
Colheita da @sunboldtgrown

Quais os materiais são necessários para colher?

A gente recomenda que você use roupas bem confortáveis – já que, dependendo da quantidade de plantas que você terá que colher, pode ser um processo demorado. Prepare o seu espaço para receber e secar as suas plantas de cannabis: ele deve ser, idealmente, bem arejado. Se possível, use um desumidificador para se certificar de que elas irão secar do jeito certo, sem problemas. Além disso, você vai precisar de:

  • Tesouras adequadas para aparar e podar;

  • Luvas de látex sem pó;

  • Linha fina (como aquela usada para pendurar roupas);

  • Etiquetas.

Vamos colher!

Está tudo organizado? Hora de colher, finalmente, seus buds incríveis. Para fazer isso, faça assim:

Corte na base, uma planta de cada vez. Você pode colher a planta ou galhos inteiros – para isso, recomendamos remover primeiro as folhas maiores. Com o material mais volumoso fora do caminho, será muito mais fácil separar os buds. Você pode remover as folhas grandes antes de cortar a planta, para que ela permaneça em pé e fique mais fácil, ou depois de cortá-la, como preferir!

Hora de trimar

Existem dois métodos de cortar (trimar) sua cannabis: você pode fazer isso com ela seca ou molhada. A gente prefere fazer a seco – molhado fica mais picotado do que gostamos. Tem growers que nem trimam, e deixam a flor assim inteirinha e cabeludinha até a hora de fumar.

Mas vamos ensinar as duas formas, para você fazer a que curtir mais:

Trimar a seco

Nesse método, depois de remover as folhas grandes, é preciso pendurar as plantas de cabeça para baixo e deixe secar por uma semana. Após os sete dias, quando a maior parte da umidade desaparecer dos buds, e as folhas ao seu redor estiverem secas e quebradiças, faça uma poda com muito cuidado para que o material floral não caia. Tanto com esse tipo de corte, quanto com a umidade, você pode deixar de lado as pequenas folhas cobertas com tricomas – você pode aproveitá-las para fazer extrações ou haxixe.

O corte a seco é aconselhável se o nível de umidade na sala de secagem for baixo, ou se você tiver um desumidificador que possa ser facilmente ajustado. Para ter um produto final de alta qualidade, as temperaturas devem ser mantidas entre 18 e 23ºC, e a umidade deve ficar entre 55 e 65%.

  • Se você vai fazer hash, o que a gente fala muito, vale a pena trimar com a folha seca e guardar todo esse produto. A forma que você vai trimar (se a planta está limpa ou não) também vai influenciar na qualidade do seu hash! Lembre-se: a qualidade do haxixe depende da qualidade da cannabis usada para fazê-lo.

Vantagens de trimar a seco

O cheiro e o sabor são mais preservados. Esse método também é ótimo para as extrações. A oxidação também se torna mais lenta assim.

Desvantagens de trimar a seco

Deixar as folhas pequenas durante a secagem pode levar ao aparecimento de mofo e bolor. Assim, é preciso verificar as plantas cortadas mais de perto!

Trimar plantas molhadas

Use luvas de látex para evitar que a resina grude nas mãos, e comece com cuidado. Tente não esmagar os buds no processo – seja gentil com eles para evitar danificar os tricomas! Ao cortar as folhas maiores, tente chegar à base do pecíolo (o caule que segura a flor), e corte as pequenas folhas que crescem ao redor do bud para que o resultado final seja o mais limpo possível.

O corte úmido favorece a circulação de ar na matéria da planta, o que é particularmente vantajoso se o nível de umidade na sala de secagem for muito alto. Se for esse o caso, você pode usar um desumidificador para ajudar a manter a temperatura certa (18-23ºC) e a umidade (55-65%), mas lembre-se de que esses dispositivos podem ser difíceis de usar. Uma outra vantagem do corte úmido é que ele evita o risco de doenças fúngicas.

Preparando a maconha colhida para ser congelada fresca, armazenando em um saco plástico
Preparação de fresh frozen.

Vantagens de trimar as plantas molhadas

Melhora o fluxo de ar e facilita a secagem. Previne doenças fúngicas, particularmente botrytis.

Desvantagens de trimar as plantas molhadas

A secagem não é a mesma: a qualidade do sabor e do aroma não vai ser tão preservada, e mais danos podem ser causados aos tricomas. Se a secagem for muito rápida, os buds ainda podem desenvolver um sabor meio esquisito.

Fresh Frozen

Tal técnica congela as plantas recém colhidas pensando na preservação dos tricomas com terpenos de uma planta viva. A ideia é trimar a planta molhada, e congelar ela em sacos divididas em buds (isso é, sem os galhos da planta).

Os haxixes chamados de full melt são normalmente feitos usando um material preparado dessa forma.

Ainda não acabou…

Depois de fazer a colheita, é hora de secar e curar os seus buds. A secagem é tão importante quanto o cultivo em si, e uma má secagem pode arruinar os melhores buds. Secar significa reduzir a quantidade de água do bud para 10-15%, dependendo da crocância desejada do produto. Isso pode levar de dez a quatorze dias.

A maioria dos jardineiros comerciais sequer curam seus buds, fazem apenas a secagem e já colocam o produto a venda. A cura é um processo longo, mas necessário, para se conseguir a melhor qualidade possível na fumaça. Para os verdadeiros degustadores, a cura é a essência de tudo, o passo final para o resultado perfeito.

A gente explica tudo isso aqui!

Outras dicas muito importantes

  • Se você está plantando indoor, pode fazer a colheita quando achar melhor (pensando na questão climática, já que no indoor a temperatura e umidade são controladas). Caso seu grow seja outdoor, evite fazê-la em dias de chuva, colher as plantas com muita água pode facilitar a propagação de mofo

  • A gente recomenda usar os dias de flor do calendário biodinâmico (do hemisfério sul ou do hemisfério norte, dependendo da sua localização).

  • Flush: muitas pessoas acreditam nesse método, que consiste em dar apenas água para a planta na semana da colheita, principalmente quem alimenta com fertilizantes minerais, e não com matéria orgânica. Mas é preciso tomar cuidado! Quem colhe para fazer hash, por exemplo, costuma alimentar a plantinha até o último dia.

Buds de maconha amontoados para secagem
O que NÃO fazer!

Cuidado com o mofo

O mofo já é um problema bem desafiador, principalmente para quem cultiva outdoor. Às vezes, chega essa época do ano que é mais úmida – e o timing perfeito é colher sua cannabis antes dela.

Você vai ter que fazer esse cálculo: se você quer arriscar e colher algum tempo depois, podendo perder algumas partes para o mofo, ou se você vai querer colher antes, mesmo que a planta não atinja o potencial que você gostaria.

Também é preciso cuidar o ambiente que você deixa secando: se você não tem desumidificador ou espaço, e colocar uma planta em cima da outra pra secar, você pode fazer com que sua colheita mofe!

A gente sabe: são muitos os cuidados para tomar na hora da colheita. Mas é o momento de celebrar a vida da sua plantinha, que trouxe a você flores maravilhosas! Por isso, seja paciente, delicado e cuide bem para respeitar todas as etapas desse processo. E você, tem alguma dica para quem vai passar por esse momento pela primeira vez? A gente espera ver muitas fotos desses buds lindos e recém colhidos!

guest
35 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
edsoncunhaalexandre@gmail.com
2 anos atrás

Gratidão

tuany-falcao@hotmail.com
2 anos atrás

Gratidão 🙏

marioramiro333@gmail.com
2 anos atrás

Obrigado pelas dicas. Mas todos os especialistas escrevem o mesmo, tratando da coloração dos tricomas. Mas a minha dúvida é sobre o tamanho da planta, a idade do pé. Na maioria das vezes vejo pézinhos com pouco mais de 30 – 40 cm, todos floridos e amadurecendo, prontos para a colheita. Mas não são pequenos demais? As plantas também crescem (vejam os exemplos acima) e aí fico realmente na dúvida se não estaria colhendo as primeiras florações de plantinhas que ainda tem muito para crescer. Vocês poderiam escrever sobre isso? Obrigado e parabéns!!

Isaque
Isaque
5 meses atrás

Os tamanhos são altamente relativos a condição de cultivo da planta, genética e tipo, sendo eles: Sativa, Indica ou Ruderalis.
Se você acompanhar os Tricomas vai ser mais difícil de errar.

Nabu
Nabu
1 mês atrás
Reply to  Isaque

Eles vendem e entregam a domicílio

wanderson_bt@hotmail.com
2 anos atrás

QUER CASAR COMIGO?

Giovanni
Giovanni
2 anos atrás

Muito bem explicado e detalhado, o melhor que ja li parabéns voces sao FODAAA!!!!!!!

ellora_andrade@hotmail.com
1 ano atrás

Ótimo conteúdo , parabéns !

Juanpbarbosa@hotmail.com
1 ano atrás

Muito obrigado gilrs , como sempre expandido meu conhecimento com vcs 👏🏾👏🏾👏🏾

jacquessilvaadv@hotmail.com
1 ano atrás

Boa tarde qual é a origem do tempo "trimar"? Vem do inglês trimming?

edsoncunhaalexandre@gmail.com
2 anos atrás

Gratidão

tuany-falcao@hotmail.com
2 anos atrás

Gratidão 🙏

marioramiro333@gmail.com
2 anos atrás

Obrigado pelas dicas. Mas todos os especialistas escrevem o mesmo, tratando da coloração dos tricomas. Mas a minha dúvida é sobre o tamanho da planta, a idade do pé. Na maioria das vezes vejo pézinhos com pouco mais de 30 – 40 cm, todos floridos e amadurecendo, prontos para a colheita. Mas não são pequenos demais? As plantas também crescem (vejam os exemplos acima) e aí fico realmente na dúvida se não estaria colhendo as primeiras florações de plantinhas que ainda tem muito para crescer. Vocês poderiam escrever sobre isso? Obrigado e parabéns!!

wanderson_bt@hotmail.com
2 anos atrás

QUER CASAR COMIGO?

ellora_andrade@hotmail.com
1 ano atrás

Ótimo conteúdo , parabéns !

Juanpbarbosa@hotmail.com
1 ano atrás

Muito obrigado gilrs , como sempre expandido meu conhecimento com vcs 👏🏾👏🏾👏🏾

jacquessilvaadv@hotmail.com
1 ano atrás

Boa tarde qual é a origem do tempo "trimar"? Vem do inglês trimming?

edsoncunhaalexandre@gmail.com
2 anos atrás

Gratidão

tuany-falcao@hotmail.com
2 anos atrás

Gratidão 🙏

marioramiro333@gmail.com
2 anos atrás

Obrigado pelas dicas. Mas todos os especialistas escrevem o mesmo, tratando da coloração dos tricomas. Mas a minha dúvida é sobre o tamanho da planta, a idade do pé. Na maioria das vezes vejo pézinhos com pouco mais de 30 – 40 cm, todos floridos e amadurecendo, prontos para a colheita. Mas não são pequenos demais? As plantas também crescem (vejam os exemplos acima) e aí fico realmente na dúvida se não estaria colhendo as primeiras florações de plantinhas que ainda tem muito para crescer. Vocês poderiam escrever sobre isso? Obrigado e parabéns!!

wanderson_bt@hotmail.com
2 anos atrás

QUER CASAR COMIGO?

ellora_andrade@hotmail.com
1 ano atrás

Ótimo conteúdo , parabéns !

Juanpbarbosa@hotmail.com
1 ano atrás

Muito obrigado gilrs , como sempre expandido meu conhecimento com vcs 👏🏾👏🏾👏🏾

jacquessilvaadv@hotmail.com
1 ano atrás

Boa tarde qual é a origem do tempo "trimar"? Vem do inglês trimming?

Edson
Edson
2 anos atrás

Gratidão

Tuany Falcão
2 anos atrás

Gratidão 🙏

mario
mario
2 anos atrás

Obrigado pelas dicas. Mas todos os especialistas escrevem o mesmo, tratando da coloração dos tricomas. Mas a minha dúvida é sobre o tamanho da planta, a idade do pé. Na maioria das vezes vejo pézinhos com pouco mais de 30 – 40 cm, todos floridos e amadurecendo, prontos para a colheita. Mas não são pequenos demais? As plantas também crescem (vejam os exemplos acima) e aí fico realmente na dúvida se não estaria colhendo as primeiras florações de plantinhas que ainda tem muito para crescer. Vocês poderiam escrever sobre isso? Obrigado e parabéns!!

Wanderson Boeira Tolazzi
Wanderson Boeira Tolazzi
2 anos atrás

QUER CASAR COMIGO?

PrincesaGrower
PrincesaGrower
1 ano atrás

Ótimo conteúdo , parabéns !

Juan pablo
Juan pablo
1 ano atrás

Muito obrigado gilrs , como sempre expandido meu conhecimento com vcs 👏🏾👏🏾👏🏾

JACQUES ALVES DA SILVA
JACQUES ALVES DA SILVA
1 ano atrás

Boa tarde qual é a origem do tempo "trimar"? Vem do inglês trimming?

Renato
Renato
3 meses atrás

Olá meninas! Ótimo artigo!
Vocês indicam algum desumidificador pra secagem dentro de um grow de 80x80x160?

Paty
Paty
2 meses atrás

De pos q eu coler como fasso pra secar pra consumo próprio

IVAN
IVAN
2 meses atrás

Incrível matéria! Obrigado.
Sou iniciante e amador, nasceram minhas primeiras fêmeas e estou super feliz.

Fabiano
Fabiano
1 mês atrás

Uma dúvida que nunca consegui resolver: depois da colheita, o pé volta a dar ‘frutos’?