GIRLS IN GREEN

No mercado legal, congelar a maconha tem se tornado um processo cada vez mais comum. Mas o que é o fresh frozen, como ele é feito e para que serve? Vem com a gente entender.

Anos e anos atrás, se você dissesse a um fazendeiro que queria congelar sua erva, eles achariam que você tinha alguns parafusos a menos. Mas agora, na era das extrações sem solventes, a maconha fresh frozen se tornou uma indústria de potencial gigantesco! Os fabricantes de concentrados querem as melhores opções de cannabis para criar produtos vivos e limpos, com terpenos frescos — e o material congelado é o que torna toda essa mágica possível.

As extrações feitas a partir de maconha fresh frozen podem proporcionar uma experiência diferente e fantástica ao consumidor, com um produto concentrado de alta potência e sabor, que reflete a qualidade da planta e sua própria singularidade. Gostamos de dizer que eles são a expressão mais verdadeira da variedade escolhida!

Mas para a gente no Brasil que está um pouco mais longe dessa realidade, pode ficar difícil entender o hype. Precisamos falar de alguns conceitos básicos: afinal, em quais casos vale a pena congelar a sua colheita? Como manejar uma planta para congelá-la com sucesso? 

Vem com a gente saber mais sobre isso!

Foto colorida de um Saco de Maconha congelada fresca, conhecida como fresh frozen
Maconha congelada fresca, a famosa fresh frozen

O que é maconha fresh frozen?

O termo “fresh frozen” se refere à maconha que é colhida e congelada para uso posterior. Para fazê-la, basta colher as plantas com cuidado, retirar as folhas maiores sem tricomas, cortar as flores, colocá-las em um Ziplock e levá-las ao freezer. As plantas podem ficar lá, desde que estejam bem seladas e protegidas, até você estar pronto para processá-las. Normalmente, elas são transformadas em extrações sem solvente — como o ice, ou bubble hash.

A diferença é que as plantas fresh frozen não são secas ou curadas de forma alguma. A matéria vegetal é congelada em seu estado fresco e natural, preservando todos os compostos presentes na matéria viva. Quando é retirado do congelador, deve ser usado imediatamente. Se você descongelar, ela ficará inutilizável.

Foto colorida de um potinho de haxixe sem solvente do mercado legalizado, decorada com um cristal e fundo colorido
Haxixe sem solvente do mercado legalizado

Por que usar maconha fresh frozen?

O fresh frozen é usado quando o desejo é conservar as características originais da planta em quase 100% — a gente diz quase porque, mesmo que você seja muito eficiente, a oxidação e a perda de terpenos pode acontecer a partir do momento que você corta a planta do pé. Ainda assim, é a melhor forma de criar produtos “vivos”, como aqueles ice water hash e rosin clarinhos que a gente vê por aí. 

Existem alguns motivos principais para isso:

Maior preservação das propriedades da planta. A maconha produz terpenos, que são voláteis e podem ser perdidos durante o processo de secagem e cura. Congelar ajuda a preservar a essência viva da planta, mantendo esses terpenos quase intactos. Os sabores e aromas ficam muito mais semelhantes aos da planta original.

Menos problemas no processamento. O processo de secagem e cura requer condições ambientais específicas — ou seja, há muita chance de cometer erros por não ter umidade, luz e temperatura ideais. O fresh frozen, por outro lado, fica lá congeladinho numa boa pelo tempo que você quiser, desde que seja bem selado e o freezer esteja funcionando bem.

A dádiva do tempo. Congelar a planta permite que você se programe e possa efetivamente processar sua colheita com tempo. Se você não está pronto para fazer uma extração ou se teve excedente que não poderá ser processado rapidamente, o processo de fresh frozen pode manter a integridade da sua colheita.

Como fazer maconha fresh frozen?

O passo a passo para fazer maconha fresh frozen é geralmente mais fácil do que secar e curar, e pode ser resumido em poucas etapas:

Passo 1: colha as plantas. Comece colhendo as plantas quando elas atingirem o nível de maturidade que você está procurando. Você também precisará remover as folhas leque, antes ou durante a colheita!

Passo 2: pendure sua maconha. Você deve tratar suas plantas com muita delicadeza — afinal, às vezes os tricomas podem se soltar com facilidade e você vai acabar perdendo coisas pelo caminho. Antes de dar aquela leve trimada, mantenha as plantas penduradas para evitar que a resina grude em superfícies.

Passo 3: faça a manicure. Com muitíssimo cuidado, segurando apenas nos caules, retire folhas maiores e sem tricomas. Tome cuidado para cortá-las no cabo para evitar que a clorofila solte e contamine seu produto final na hora de bater. Corte cada bud, e retire dos galhos para evitar a perfuração dos sacos.

Passo 4: congele. Depois de ter cada flor separada e limpa, o próximo passo é colocá-la em sacos selados e resistentes à umidade e colocá-los no freezer para serem congelados. 

Dicas: 

  • Ao colocar sua maconha no congelador, tome cuidado para não esmagar as flores. Você quer um pacote soltinho para que a planta não grude e vire um bloco de gelo. 
  • Não deixe seu fresh frozen descongelar em nenhum momento. Se não estiver bem congelada na hora de bater seu concentrado, o risco de contaminação aumenta muito — além de que o congelamento é fundamental para que você consiga soltar os tricomas sem que a resina dentro deles se desprenda e grude em todos os equipamentos.

O que fazer com maconha fresh frozen?

A maconha congelada é usada principalmente para fazer extrações canábicas. Uma das nossas favoritas é justamente o bubble hash, ou ice. Nosso queridinho é uma extração sem solventes que utiliza água, gelo e movimento para soltar os tricomas, que são filtrados por um conjunto de bolsas de malhas em diferentes tamanhos. Cada uma delas separa uma qualidade diferente de resina, que pode ser mais ou menos limpa dependendo do seu material.

Foto macro colorida de uma porção de ICE também conhecido como Bubble hash
O delicioso ICE também conhecido como Bubble hash

O ice é o crème de la crème da extração, porque nenhum método faz um trabalho melhor de preservar a essência original e o caráter da própria planta.

Uma razão pela qual o método de mistura de água gelada é tão eficaz na manutenção de um produto vivo é porque a matéria vegetal permanece congelada em todas as etapas do processo de extração. A cannabis é removida do freezer e imediatamente submersa (e agitada) em água gelada. Os tricomas são separados, filtrados e isolados dentro de um balde ou uma máquina de bater, e o haxixe coletado é então usado sozinho ou transformado em rosin e diversos outros subprodutos.

Matéria seca ou fresh frozen: o que é melhor?

Trabalhar com fresh frozen e com a planta seca é muito diferente. 

  • Com fresh frozen, a ideia é consumir o material fresco, sem as variações químicas provocadas pelo processo de oxidação. 
  • Já com a matéria seca nos aproximamos mais do ice tradicional, feito com plantas curadas e tirando proveito justamente dessas mudanças em estados físicos das moléculas.

Vamos ver isso de uma maneira mais visual:

Como vimos ali na tabela, temos algumas diferenças no rendimento, na coloração, na presença de canabinoides e na preservação de terpenos. Mas o que precisamos explicar é que o processo também tem algumas especificidades.

  • Trabalhar com fresh frozen é muito mais desafiador em muitos sentidos, por isso que a gente não recomenda os novatos a começarem por aí porque podem acontecer erros — principalmente por conta da necessidade de temperatura. Caso ela esteja um pouquinho mais alta, o fresh frozen pode derreter e você pode acabar acidentalmente dichavando sua erva e contaminando seu haxixe.
  • O hash tradicional é muito mais simples e se perde menos no caminho. Pode ser um pouco mais difícil de soltar os tricomas da matéria vegetal, por isso, mais lavadas são necessárias – mas você terá um rendimento muito mais alto em comparação.

E aí, tiramos suas dúvidas sobre esse assunto? O fresh frozen pode ser uma ferramenta excelente para quem quer uma extração limpa e bem fiel à planta escolhida. Mas é bem importante entender esses pontos que tratamos, refletir e decidir se usar o método será bom para você. Existem casos em que a matéria seca pode ser a melhor opção, principalmente se você não tiver como trabalhar em baixas temperaturas e precisar de mais estabilidade.

Para saber mais sobre haxixe, extrações e muito mais, segue a gente lá no Instagram @girlsingreen710.

Até a próxima!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments