GIRLS IN GREEN

Hoje vamos dividir com vocês algumas informações sobre HASH ROSIN. Diferentemente do post anterior, esse ROSIN tem como matéria prima o HASH e não flores.

O que é o Rosin?

O Rosin é uma forma sólida de resina, que é resultado da separação dos tricomas da matéria vegetal das plantas de cannabis. Esse concentrado, é o resultado de um travando com pressão, temperatura e bolsas de filtragem. Isso é, é feito sem o uso de solventes e por aí só já é uma estratégia de Redução de Danos.

Lembrando que o haxixe é uma extração dos tricomas (cristais que brilham) da planta e essa extração pode ser feita de várias formas, por exemplo, com água e gelo, como no caso do ICE ou com solventes, como no caso do BHO (butane hash oil).

O Rosin é extraído através de uma conta matemática entre pressão, temperatura e tempo. Tal “melequinha” canábica é uma forma de extração mais natural, limpa, já que não existe o risco de ter um solvente mal purgado no seu haxixe!

Como ter um Rosin de qualidade?

Apesar de ser simples de fazer, extrair um Rosin de qualidade é desafiador. O primeiro ponto que precisamos sempre relembrar quando falamos em controle de qualidade é que não é possível extrair um bom haxixe se a matéria prima, ou seja, a flor ou o hash, não for de qualidade, por isso um cultivo adequado é o princípio de tudo!

Pote de rosin
Pote de rosin

Em relação ao Rosin precisamos ficar atentos a temperatura! A prensa de rosin, ou rosin press profissional pode custar até dez mil reais, isso porque a prensa possibilita o controle total da temperatura, e consequentemente, da qualidade.

Temperaturas mais baixas deixam o Rosin mais claro e mais terpenados, com mais sabor. Já temperaturas mais altas deixam o Rosin mais escuro, com menos sabor mas com a vantagem de ter mais rendimento

Fazendo Rosin em casa

Apesar do alto custo para produção de um Rosin profissional, fazer em casa é uma opção acessível e segura! Tudo que você precisa é de uma chapinha para alisar cabelos e um papel manteiga de qualidade que não absorva sua resina.

Isso é de extrema importante, pois para fazer o Rosin não não necessitamos materiais potencialmente explosivos ou solventes, nem qualquer outra bolsa especial! Isso significa que o hash de Rosin é mais seguro, não apenas para consumir, mas também para ser extraído.

  É possível fazer todo os tipos de extração em casa. Alguns jeitos são mais fáceis do que se imagina! Escrevemos um guia mais completo com dicas de como fazer haxixe em casa para quem tiver vontade de se aventurar nas formas roots para produzir o haxixe.

Qual a diferença do Rosin feito de Hash para o Rosin feito da flor?

A rosin press ou a chapinha conseguem extrair o rosin da flor, mas também conseguem extrair o rosin de outro haxixe, independente da forma como foi feito e isso é uma forma de refinar ainda mais o concentrado.

Refinar novamente o haxixe é uma estratégia para separar ainda mais qualquer tipo de contaminante (matéria vegetal) que esteja presente no HASH que será usado.

Rosin
Rosin

Nessa foto um processo que está sendo feito atualmente em Denver, no Colorado, por uma empresa chamada Ollio. Esse é um dos hash rosin de maior qualidade que já vimos, de uma strain chamada Strawberry Banana.

@Rosinryan é o hash maker responsável pelo processo de prensagem e trabalho com as máquinas de rosin. Brincando de mago entre pressão, temperatura e as mais diversas consistências de hash. No ano passado, nós visitamos o espaço single source deles. Single source significa que a empresa realiza desde o plantio das sementes e clones até o produto final. Tudo é 100% direcionado para fazer as extrações, e tivemos a super oportunidade de bater um papo com eles e ver o que tem de novo.

Com a legalização do Colorado, as coletas de dados por um sistema chamado metric fazem parte da norma da regulação. Esses dados são ricos para a análises e possibilitam novas formas de obter diferentes rendimentos, finalidades e etc.

Nossa Hash Week chegou ao fim!

Uma semana que começou com informações sobre a história e tradições sobre o uso de HASHISH e finaliza com um pouco de tecnologia e inovações dentro do mundo canábico! Nossa Hash Week chegou ao fim.

Obrigada a todos que nos acompanharam nessa semana, dividindo informações sobre um dos assuntos que mais somos apaixonadas e mais nos interessamos, para mergulhar em busca de novos aprendizados. A semana acabou, mas ainda temos muito a compartilhar com vocês! Por isso, fiquem sempre de olho aqui no blog e no nosso Instagram.

Vamos juntas!

guest
20 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
camilaamaral1994@gmail.com
2 anos atrás

Muito obrigada por compartilhar esse conhecimento maravilhoso,

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

<3

zion.train@hotmail.com
2 anos atrás

Showzíssimo de bola! Até deu vontade de dar um pega, mas no interior de SP não chega.

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Temos que lutar por uma regulamentação justa e baseada nos pilares da redução de danos. Precisamos garantir direitos para todos!

Hmourac@gmail.com
2 anos atrás

Um dia ainda vou viver da canabis 👏

camilaamaral1994@gmail.com
2 anos atrás

Muito obrigada por compartilhar esse conhecimento maravilhoso,

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

<3

zion.train@hotmail.com
2 anos atrás

Showzíssimo de bola! Até deu vontade de dar um pega, mas no interior de SP não chega.

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Temos que lutar por uma regulamentação justa e baseada nos pilares da redução de danos. Precisamos garantir direitos para todos!

Hmourac@gmail.com
2 anos atrás

Um dia ainda vou viver da canabis 👏

camilaamaral1994@gmail.com
2 anos atrás

Muito obrigada por compartilhar esse conhecimento maravilhoso,

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

<3

zion.train@hotmail.com
2 anos atrás

Showzíssimo de bola! Até deu vontade de dar um pega, mas no interior de SP não chega.

meriscala@gmail.com
2 anos atrás

Temos que lutar por uma regulamentação justa e baseada nos pilares da redução de danos. Precisamos garantir direitos para todos!

Hmourac@gmail.com
2 anos atrás

Um dia ainda vou viver da canabis 👏

Camila Amaral
Camila Amaral
2 anos atrás

Muito obrigada por compartilhar esse conhecimento maravilhoso,

Maria Eugenia Riscala
Maria Eugenia Riscala
2 anos atrás
Reply to  Camila Amaral

<3

Edgard
Edgard
2 anos atrás

Showzíssimo de bola! Até deu vontade de dar um pega, mas no interior de SP não chega.

Maria Eugenia Riscala
Maria Eugenia Riscala
2 anos atrás
Reply to  Edgard

Temos que lutar por uma regulamentação justa e baseada nos pilares da redução de danos. Precisamos garantir direitos para todos!

Moura
Moura
2 anos atrás

Um dia ainda vou viver da canabis 👏