Redução de Danos

GOMA DE THC: COMO FAZER E QUAIS OS EFEITOS?

Os comestíveis são o jeitinho perfeito de fazer a cabeça discretamente, sem precisar levantar fumaça. Aqui, aprenda a fazer balas de goma de THC gostosas e chapantes!

Os comestíveis canábicos são uma maneira de chapar que é queridinha da galera que, por algum motivo ou outro, não se dá muito bem com fumaça. Com eles, a absorção dos canabinoides pode até ser mais lenta—mas é intensa e de longa duração! Por isso, mesmo quem tem uma tolerância bem alta na hora de fumar e dar dab tem que tomar lá seus cuidados se vai comer uma goma de THC.

As balas de goma de THC viraram febre no mercado legal e trouxeram para a comunidade da maconha até mesmo quem não era muito chegado na ervinha. Seu método de consumo, mais prático e discreto, traz uma conveniência que os baseados não oferecem. Ao invés de levar por aí um kit inteiro, com seda, piteira, erva, tesoura, e tudo mais, quem deseja aproveitar os efeitos da planta só precisa de um potinho com seus comestíveis. Show, né?

Então, como o acesso a gominhas confiáveis e de qualidade é mais difícil por aqui, a gente veio ensinar vocês a fazer suas próprias gomas de THC, cheias de potencial terapêutico! Então, confira nossa receitinha, o passo a passo e nossas dicas de uso para aproveitar o melhor dessas delícias sem se passar. Vem com a gente!

 

RECEITA DE GOMA DE THC

Para fazer as suas balas de goma de THC, você vai precisar de:

  • ¼ de xícara de chá de óleo de coco infusionado com maconha ou haxixe, que ensinamos a fazer aqui;
  • ½ xícara de chá ou 120 ml de água;
  • ½ colher de chá de lecitina de soja;
  • 28g de gelatina sem sabor;
  • 170g de gelatina com sabor da sua escolha;
  • Forminhas de silicone.

PASSO A PASSO: COMO FAZER GOMAS DE THC

1) Em uma panela, adicione a água, o seu óleo canábico e a lecitina de soja. Leve ao fogo médio até que a mistura levante a fervura. Mexa bem para que a água e o óleo se incorporem o máximo possível!

2) Vá adicionando aos pouquinhos a sua gelatina sem sabor. Não pare de mexer bastante para não empelotar! Você vai perceber que a mistura vai começar a engrossar.

3) Quando a mistura já estiver mais grossa e a gelatina sem sabor estiver completamente dissolvida, adicione sua gelatina com sabor e continue mexendo. E para malhar bem esse bracinho!

4) Cozinhe essa mistura por até 10 minutos, ou até levantar fervura. Depois, abaixe o fogo e encha as suas forminhas de silicone. Leve-as para a geladeira até que as gomas de THC se solidifiquem. Depois, você pode enrolá-las no açúcar cristal ou usá-las assim mesmo!

 

QUAIS OS EFEITOS DOS COMESTÍVEIS?

goma de thc
Os comestíveis canábicos batem diferente da planta fumada! Imagem: Canva.

Os efeitos dos comestíveis de maconha são distintos de outras formas de consumo, como fumar ou vaporizar. Quando você consome um comestível de maconha, ele passa pelo sistema digestivo e é metabolizado no estômago e no fígado. Esse processo pode levar mais tempo do que a inalação, já que a cannabis precisa ser quebrada e transformada em compostos ativos pelo corpo antes que seus efeitos sejam sentidos.

É importante também entendermos o motivo pelo qual os comestíveis têm a reputação de ser uma das formas mais potentes de cannabis. Isso acontece porque, quando os consumimos, nossos sistemas digestivos e fígados metabolizam o THC em uma forma mais potente, chamada 11-hidroxi-THC. 

Devido ao processo de digestão e metabolismo, os efeitos dos comestíveis de maconha tendem a ser mais lentos para se manifestar. Geralmente, eles atingem o pico de 1 a 2 horas após o consumo. No entanto, esses efeitos podem durar mais tempo do que outras formas de consumo, às vezes persistindo por várias horas.

Além disso, é fundamental a gente entender que a tolerância aos comestíveis pode ser diferente da tolerância à cannabis fumada. Mesmo os consumidores regulares podem experimentar efeitos mais intensos com comestíveis devido à forma como o corpo os processa. Portanto, é essencial começar com doses baixas e aumentar gradualmente, seguindo o princípio de “comece baixo e vá devagar” para evitar efeitos indesejados!

 

DICAS DE REDUÇÃO DE DANOS PARA AS BALAS DE GOMA DE THC

Para começar, é impossível falar sobre reduzir danos com comestíveis como a goma de THC sem falarmos sobre dosagem. Então, dê uma olhadinha nessa tabela:

Dose Efeitos Para quem é recomendada
1 – 2.5 mg de THC em comestíveis (microdose) Alívio leve de sintomas como dor, estresse e ansiedade; aumento do foco e criatividade. A maioria dos usuários não sente qualquer intoxicação nesta dose. Consumidores iniciantes ou consumidores regulares que desejam fazer microdosagem.
3 – 5 mg de THC em comestíveis (baixa) Alívio mais forte de sintomas de dor e ansiedade; euforia; pode prejudicar a coordenação e alterar a percepção. Cinco miligramas é uma dose que pode intoxicar alguns usuários. Uso adulto padrão; consumidores em busca de alívio de sintomas persistentes não abordados por doses menores; pessoas que procuram uma boa noite de sono.
10 – 15 mg de THC em comestíveis (moderada) Alívio eficaz para sintomas de dor, náusea e ansiedade; coordenação prejudicada e percepção alterada. Consumidores com alta tolerância ao THC (tanto consumidores recreativos quanto pacientes médicos); consumidores não acostumados podem experimentar efeitos adversos. 
20 – 30 mg de THC em comestíveis (alta) Euforia muito forte; muito provável que prejudique a coordenação e altere a percepção. Consumidores com tolerâncias significativas ao THC; pacientes com absorção gastrointestinal diminuída.
50 – 100 mg de THC em comestíveis (muito alta) Coordenação e percepção seriamente prejudicadas; aumento da possibilidade de efeitos colaterais adversos, incluindo náuseas, ansiedade e aumento da frequência cardíaca. Consumidores experientes com alta tolerância ao THC; pacientes com câncer, distúrbios inflamatórios ou condições que exigem doses elevadas.
100 – 500 mg de THC em comestíveis (extremamente alta) Coordenação e percepção intensamente prejudicadas; probabilidade de efeitos colaterais desagradáveis, incluindo náuseas, ansiedade e aumento da frequência cardíaca. Consumidores experientes com alta tolerância ao THC; pacientes com câncer, distúrbios inflamatórios ou condições que exigem doses elevadas.

Fonte: Leafly.

 

FAQ

O que são gomas de THC e comestíveis de maconha?

Gomas de THC e comestíveis de maconha são produtos alimentares que contêm THC, o principal composto psicoativo da cannabis. Eles vêm em uma variedade de formas, como gomas de mascar, chocolates, biscoitos, brownies, entre outros, e são consumidos para experimentar os efeitos da cannabis.

Como os comestíveis de maconha funcionam?

Os comestíveis de maconha são consumidos oralmente e, em seguida, passam pelo processo de digestão no estômago e metabolização no fígado. Isso leva mais tempo para os efeitos serem sentidos em comparação com outras formas de consumo, como fumar ou vaporizar.

Quanto tempo demora para os efeitos dos comestíveis serem sentidos?

Os efeitos dos comestíveis de maconha geralmente levam mais tempo para serem sentidos, normalmente de 30 minutos a 2 horas após o consumo. Isso ocorre devido ao tempo necessário para a digestão e metabolização dos compostos ativos da cannabis no corpo.

Quanto tempo duram os efeitos dos comestíveis de maconha?

Os efeitos dos comestíveis de maconha tendem a durar mais do que outras formas de consumo, geralmente de 4 a 8 horas, dependendo da dose, da sensibilidade individual e de outros fatores.

Qual é a dosagem recomendada para os comestíveis de maconha?

A dosagem recomendada varia de pessoa para pessoa e depende de fatores como tolerância individual, experiência anterior com cannabis, peso corporal e objetivos desejados. É recomendado começar com uma dose baixa e aumentar gradualmente conforme necessário.

Quais são os efeitos colaterais dos comestíveis de maconha?

Os efeitos colaterais dos comestíveis de maconha podem incluir boca seca, olhos vermelhos, aumento do apetite, sonolência, ansiedade, paranoia e, em doses mais altas, alucinações e desconforto físico. É importante consumir com moderação e estar ciente dos próprios limites.

Quem deve evitar o consumo de comestíveis de maconha?

Indivíduos com histórico de problemas de saúde mental, especialmente relacionados à ansiedade ou psicose, devem evitar o consumo de comestíveis de maconha. Além disso, mulheres grávidas ou lactantes, pessoas com problemas cardíacos ou respiratórios graves e menores de idade devem evitar o consumo de cannabis.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments