Saúde

CRISE DE ANSIEDADE CHAPADO: COMO LIDAR?

Respire fundo: a gente já passou muito por isso! Ouça a voz da experiência e venha aprender as melhores formas de lidar com a crise de ansiedade chapado.

Quando perguntamos o motivo pelo qual as pessoas usam maconha, muitos explicam que ela ajuda a lidar com o estresse e com a ansiedade. Ao mesmo tempo, quando questionamos as maiores razões pelas quais alguns pararam de utilizar a erva, vem uma resposta bem contraditória: que a plantinha passou a causar ansiedade, pânico e outras sensações ruins. Pode ser difícil de admitir, mas sim: até estudos apontam que aquela crise de ansiedade chapado é bem comum.

Até hoje, não existem pesquisas que expliquem bem a relação entre a maconha e a ansiedade. O consenso entre a maioria, bem descrito aqui, é que “a cannabis tem sido documentada para uso no alívio da ansiedade. No entanto, algumas pesquisas também mostraram que ela pode gerar sentimentos de ansiedade, pânico, paranoia e psicose. Em humanos, o Δ9-tetra-hidrocanabinol (THC) tem sido associado a uma resposta ansiogênica, enquanto a atividade ansiolítica tem sido atribuída principalmente ao canabidiol (CBD)”.

Nós já falamos bastante sobre a dualidade dessa plantinha no nosso artigo “Maconha e ansiedade: causa ou cura?”. Então, se você deseja se aprofundar na temática, a gente sugere bastante essa leitura! Mas, se você só deseja entender como se livrar daquela chatíssima crise de ansiedade chapado, é só ler nossas dicas aqui mesmo.

Vamos lá ficar bem relax juntinhos?

 

Durante a crise de ansiedade chapado

crise de ansiedade chapado
Muito THC, como nos concentrados, pode ser gatilho para crises. Imagem: Girls in Green.

Está em crise agora porque comeu brisadeiro demais ou deu um tapa que chegou a derrubar a própria pantera? Veja nossas melhores estratégias para lidar com essa bad!

 

Exercícios de respiração

A relação entre a respiração e a ansiedade está ligada ao nosso sistema nervoso autônomo. Ele tem dois ramos principais: o sistema nervoso simpático e o sistema nervoso parassimpático.

Quando você está ansioso, é comum que o sistema nervoso simpático seja ativado, o que desencadeia a “resposta de luta ou fuga”. Isso pode levar a sintomas físicos como aumento da frequência cardíaca, respiração rápida e superficial, tensão muscular e sudorese. Vixi!

Então, a respiração consciente e controlada ajuda a ativar o sistema nervoso parassimpático, que é responsável pelo “modo de repouso e digestão”. Quando esse sistema é ativado, ele promove uma sensação de relaxamento e calma. 

Alguns dos nossos exercícios de respiração favoritos são:

Respiração profunda abdominal:

  • sente-se ou deite-se confortavelmente;
  • coloque uma mão no peito e outra no abdômen;
  • respire profundamente pelo nariz, sentindo o abdômen se expandir enquanto você inala;
  • expire lentamente pela boca, permitindo que o abdômen se contraia;
  • concentre-se em respirar lenta e profundamente, direcionando a respiração para o abdômen.

Técnica 4-7-8:

  • inspire pelo nariz contando até 4 mentalmente;
  • prenda a respiração e conte até 7;
  • expire pela boca contando até 8;
  • repita o ciclo algumas vezes, ajustando o ritmo conforme se sentir confortável.

Respiração alternada:

  • feche a narina direita com o polegar e inspire lenta e profundamente pela narina esquerda;
  • feche a narina esquerda com o dedo anelar e solte a narina direita;
  • expire pela narina direita;
  • inspire pela narina direita, feche-a e solte a narina esquerda;
  • repita o padrão alternando as narinas.

Meditações guiadas, focadas na respiração ou não necessariamente, também podem ajudar! Aqui, encontramos uma playlist cheia de opções interessantes.

 

Banho relaxante

Sim: tomar um banho bem quentinho e gostoso pode ser uma estratégia útil para lidar com uma crise de ansiedade chapado. Embora não seja uma solução definitiva, muitas pessoas relatam que a água quente e a sensação de relaxamento proporcionada pelo banho podem ajudar a reduzir esses sintomas negativos. Isso porque esse ato promove:

Relaxamento muscular: a água quente do banho pode ajudar a relaxar os músculos, aliviando a tensão física frequentemente associada à ansiedade.

Estímulo dos sentidos: a sensação da água quente na pele e o som calmante da água corrente podem estimular os sentidos, distraindo da sensação de ansiedade.

Mudança de ambiente: sair do ambiente onde você está tendo a crise e entrar em um ambiente diferente, como o banheiro, pode ajudar a interromper padrões de pensamento negativos. Lembra do set and setting? Então: o espaço que cerca você também importa!

Foco no autocuidado: o ato de tomar um banho pode ser considerado um ato de autocuidado. Focar em se cuidar e dar um amorzinho extra para si mesmo pode ajudar a diminuir a intensidade da ansiedade.

Respiração controlada: o próprio ato de estar na água e respirar profundamente enquanto pode ajudar a acalmar o sistema nervoso (como a gente explicou anteriormente).

 

Poder dos terpenos

Usar os terpenos a seu favor pode ser uma das melhores formas de deixar de sentir a chapadeira tão intensa que causou sua crise. Isso porque, de acordo com pesquisas, eles interagem diretamente com nosso sistema nervoso central, proporcionando um efeito mais sedativo e calmante.

Algumas boas opções são:

Linalol: o famosíssimo terpeno da lavanda. Que tal fazer um chá com essa planta deliciosa?

Pineno: encontrado em pinhões, já foi apontado em pesquisas por se contrapor ao THC.

Cariofileno: ele é abundante em pimentas pretas. Masque alguns grãos!

Limoneno: presente no limão, como indica o nome. Pegue ele, cheire, chupe uns gominhos ou faça uma boa limonada, assim como a Beyoncé.

 

Depois da crise de ansiedade chapado

Se o baseado apagou e a ansiedade ficou, é hora de pensar no que fazer! Imagem: Girls in Green.

Se você teve uma (ou mais de uma) crise de ansiedade ao usar a plantinha, talvez seja hora de passar para os próximos passos.

 

Repense seu uso

É, a gente sabe que não é exatamente o que um maconhista gostaria de ouvir. Mas, se a maconha está provocando crises de ansiedade, o mais indicado é que você reflita bastante sobre o seu uso. Ele está equilibrado? Seus benefícios ainda são maiores do que os malefícios?

Se você é paciente medicinal, converse com seu médico. A melhor saída pode ser ajustar suas dosagens ou trocar a concentração da sua tintura, caso a utilize por esse meio.

Mas, se você só faz uso adulto, pode ser uma boa hora para tirar aquelas férias da maconha. Entenda como você se sente sem a planta, e se não é uma boa testar outras vias de consumo ou mesmo outros tipos de cannabis. O cânhamo, rico em CBD, pode não ter um sabor igual — mas é ótimo para quem está sofrendo com essas crises!

 

Procure ajude

Não existe nada de errado em pedir ajuda a alguém. Se seus sintomas de ansiedade persistirem ou piorarem, pode ser uma boa procurar uma terapia que se encaixe em sua rotina. Ela pode facilitar a descoberta de gatilhos, bem como estratégias específicas e personalizadas para lidar com esse sintoma. Afinal, nós, seres humanos, somos extremamente complexos e merecemos uma abordagem individual!

Aqui, você encontra nossa lista de profissionais da área da saúde mental antiproibicionistas.

 

FAQ

 

A maconha causa ansiedade?

A ansiedade pode ser um efeito colateral do uso de maconha, principalmente com altas concentrações de THC. Entretanto, ele depende de diversos fatores — desde o histórico de saúde mental do indivíduo até sua sensibilidade aos canabinoides.

Quem tem ansiedade pode usar maconha?

Sim! Entretanto, geralmente, o mais indicado para quem sofre com transtornos relacionados à ansiedade é consumir maiores concentrações de CBD e menos THC.

Como lidar com a crise de ansiedade chapado?

Algumas maneiras interessantes de acalmar as crises de ansiedade e pânico relacionadas ao uso de maconha é fazer exercícios de relaxamento, como técinicas de respiração; tomar um banho relaxante e usar terpenos como o linalol, o pineno, o cariofileno e o limoneno, que possuem poderes sedativos.

Preciso parar de fumar maconha se estiver tendo crise de ansiedade chapado?

Não necessariamente. A abstinência total nem sempre é a melhor abordagem. No entanto, repensar seu uso e conversar com um profissional da área da saúde mental podem ser boas ideias se você estiver enfrentando esse problema.

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ganja
Ganja
7 meses atrás

Comecei a fumar aos 15 anos e atualmente tenho 17 anos. Cerca de um ano após começar a fumar, comecei a ter uma sensação estranha na língua, como se ela estivesse amortecida e se movendo de maneira involuntária dentro da boca. Isso me deixou assustado, e fumar passou a desencadear crises de ansiedade devido a esse medo. Fiquei um ano sem fumar, mas depois resolvi experimentar novamente para ver se a sensação persistia, e, infelizmente, ainda sinto essa estranheza na língua. Sempre procuro entender o que pode estar causando essa sensação.