GIRLS IN GREEN

Vem aprender aqui com a gente a armazenar sua cannabis direitinho – seja em semente, flor, pren ou hash! Vamos te explicar tudo sobre esse assunto para sua erva estar sempre bem conservada.

Um assunto que traz bastante dúvida é a melhor forma de armazenar a cannabis para que ela seja conservada no seu melhor estado – afinal, um de seus maiores inimigos é o mofo, que pode arruinar a sua experiência com essa planta. E não são apenas os buds que merecem atenção especial: as sementes, as flores prensadas e o hash também precisam um lugarzinho seguro contra umidade, luz e qualquer fator que possa diminuir sua qualidade.

E aí, quer descobrir como guardar a sua cannabis da melhor forma? Fazer ela durar mais tempo e ainda evitar o mofo? A gente explica aqui como armazená-la corretamente!

Potes armazenando buds, haxixe e outras extrações. Mão mostrando um bud de maconha
Diversas formas de armazenar sua cannabis!

Conservando sementes

Comprou as sementinhas, mas ainda não quer germinar, ou quer germinar apenas algumas? As sementes de cannabis devem ser armazenadas em um lugar frio e seco, sem interferência de luz. Quer você armazene suas sementes em um freezer, geladeira ou até mesmo em um armário ou gaveta, é importante deixá-las lá até a hora de germinar. Variações rápidas de temperatura podem lesar sua integridade genética. A gente recomenda a permanência delas na geladeira.

Sementes armazenadas em ambiente frio e sem luz, como por exemplo uma gaveta de geladeira

Você tem algumas opções para garantir que elas permaneçam frescas até a germinação:

  • Vai armazenar por apenas alguns meses? Um saco de plástico tipo Ziploc pode ser perfeito, ou potes herméticos de vidro.

  • Para um armazenamento mais prolongado, uma embalagem selada a vácuo pode ser mais segura!

  • Ao manter as sementes na geladeira, mantenha-as o mais longe possível, para que não fiquem expostas a alterações de temperatura quando a porta for aberta.

  • Também é importante observar que, ao congelar as sementes, toda vez que são descongeladas e voltam ao freezer, elas se tornam menos viáveis. Dessa forma, as taxas de germinação podem ser piores

  • Quando as sementes de cannabis são armazenadas adequadamente, elas podem durar até 10 anos!

Sementes armazenadas em ambiente frio e sem luz, na gaveta da geladeira
Sementes armazenadas em ambiente frio e sem luz, como por exemplo uma gaveta de geladeira

Onde guardar sua cannabis já seca

Se você tem buds sequinhos ou até mesmo prensado, a forma de guardar já pode ser um pouco diferente. Existem algumas opções para garantir que ela esteja sempre boa quando você quiser usá-la pra fechar aquele beck lindão:

  • Em vidros

O vidro é ótimo para armazenamento de quase todo o tipo de substância, pois são inertes, duros e não biodegradáveis. A desvantagem é que a maioria dos frascos de vidro é clara e isso pode contribuir com a degradação dos canabinóides – algo que pode ser resolvido com potes UV, ou mesmo se os potes de vidro transparentes forem armazenados no escuro.

Para armazenar buds expostos à luz, é melhor usar um vidro opaco. A nossa dica aqui é escolher um potinho com tampa hermética! Quanto menos ar, melhor para a conservação dos canabinóides.

  • Em potinhos de aço inoxidável

Os potes de aço inoxidável, também com vedantes do tipo hermético, são populares porque são fortes e podem ser empilhados. O metal não interage com a cannabis e é impermeável ao ar externo – o que garante uma boa conservação. Além disso, nem a umidade ou a luz podem penetrá-los.

  • Plásticos

Nem todos os tipos de plástico são recomendados! A cannabis é levemente ácida e lipofílica, por isso degrada alguns deles. Sacos tipo Ziploc são populares porque não deixam os odores passarem, e são baratos. No entanto, eles são facilmente perfurados por hastes e não oferecem proteção contra agitação e movimento, o que leva a mais danos. Nossa sugestão é usá-lo apenas para sementes.

  • Dessecantes: um adendo importante

Um dessecante é uma substância que remove a umidade do ar circundante. Sabe aqueles saquinhos de silica que geralmente vem juntos nas caixas de tênis ou bolsas compradas? São importantes para evitar que a umidade no transporte faça a mercadoria mofar! Pacotes de silicone, jornal ou qualquer coisa extra-seca age como um dessecante e absorve a umidade em um recipiente de armazenamento. Alguns julgam ser um bom apetrecho para auxiliar na conservação e armazenamento da cannabis, mas outras pessoas relatam que existe uma transformação no gosto e cheiro da planta.

O ideal é tentar, brincar de fazer alquimia e ir percebendo o que melhor funciona para você

  • Embalagens à vácuo

A embalagem a vácuo é popular porque diminui a quantidade de oxigênio presente em embalagens. O oxigênio é corrosivo e degrada a cor da cannabis. A presença diminuída de oxigênio também desencoraja o crescimento de bactérias, mas não das bactérias anaeróbicas. As bactérias anaeróbicas prosperam em ambientes com pouco oxigênio e sem oxigênio, úmidos e com comida. Por isso, nunca feche e guarde cannabis úmida!

Maconha prensada lavada e armazenada em embalagem à vácuo.
Maconha prensada lavada e armazenada em embalagem à vácuo.

Cannabis não secou? Aprenda a curá-la!

Se a sua cannabis não foi comprada sequinha – por exemplo, se é um bud recém colhido, ou até mesmo hash – o ideal é que ela passe pelo processo de secagem e cura. Secar significa reduzir a quantidade de água do bud para 10-15%, dependendo da crocância desejada do produto. Isso também garante que sua cannabis se torne mais estável, para que suas propriedades se transformem – sem que sejam perdidas.

Aqui no blog, já publicamos um texto do maravilhoso Ed Rosenthal, um verdadeiro expert canábico, falando especificamente sobre como fazer a secagem e cura dos seus buds. Aqui, vamos retomar alguns pontos principais com vocês:

  • Existem várias formas de fazer o processo de cura e secagem, e um dos principais é usando um espaço com clima controlado. O espaço deve ser iluminado com lâmpadas verdes, sejam fluorescentes ou LED, pois o spectrum verde não altera o material da planta. A temperatura e umidade devem ser constantemente controladas e ajustadas, e a troca de ar calibrada para o volume desejado.

  • Nos primeiros três dias, uma temperatura de 68 °F (20°C) e umidade relativa de 55% vão garantir que o bud fique com aproximadamente 30-40% de água.

  • Depois disso, a temperatura deve cair alguns graus para 64 °F (18°C) para reduzir a velocidade do processo. Outro fator crítico é a umidade do ar: se estiver abaixo dos 50%, os buds irão secar rápido demais. Um timer e um sistema de controle de ar, com controlador de umidade, podem ajudar nesse processo, que deveria levar entre 10 e 14 dias para o gosto perfeito.

  • O gosto não é a única variável afetada pelo processo de secagem. O efeito que o bud terá no corpo também pode sofrer variação. Quanto mais tempo o bud ficar secando, mais do THC irá se transformar em CBN e outros canabinóides. Sendo assim, mesmo falando da mesma strain, o efeito pode ser mais chapado ou mais agitado, te levantar ou baixar a agitação. A diferença entre secar por 10 ou 14 dias não é evidente para os novatos, porém, para um conhecedor, terá um mundo de diferença.

  • Já o processo de cura da maconha se assemelha ao processo de envelhecimento de um bom vinho. Ed explica que cura a cannabis empacotando-a em uma caixa de madeira ou papelão e pressionando-a levemente para que alguns dos tricomas se quebrem. Depois de empacotar, é preciso deixar os buds em um ambiente de 18°C (64 °F), com 50% de umidade relativa e escuridão total por um período de 1 a 2 meses. Verifique regularmente para garantir as condições corretas sempre. Certifique-se de que a umidade permaneça entre 45 e 50% para evitar a formação de mofo e fungos.

Haxixe armazenado em pote hermético com papel manteiga.
Haxixe armazenado em pote hermético com papel manteiga.

Como guardar o seu hash

A gente também já contou aqui no blog um jeitinho especial de curar o seu hash. Assim como as flores, ele também pode passar por esse processo, que enriquece ainda mais as substâncias. Curar o seu haxixe, com condições ideais, vai preservar seu sabor e a suavidade e melhorar a potência.

  • Como seria com as flores, a melhor maneira de curar a extração é em frascos de vidro em local frio, seco e escuro. A diferença entre eles é que as flores estão prontas em quatro a oito semanas, enquanto que para a cura adequada de uma extração pode-se esperar de três a quatro meses.

  • Depois disso, para guardar, é necessário notar que existem dois tipos principais: o hash feito para curar, que é o mais tradicional, e o hash fresco, feito com plantinhas fresh frozen. O hash fresco, como tem como objetivo a preservação total de terpenos, e a não degradação desse hash – isso é, curá-lo (a não ser que seja cura a frio, o que é assunto para um próximo post) não é uma opção ideal. No outro caso, a lógica é a mesma da cura das flores: pensar nessa degradação lenta para transformar os canabinóides e terpenos de uma forma positiva.

  • O ideal é ter um pote hermético, num ambiente escuro, com temperaturas amenas.

  • Se for frozen, guarde-o na geladeira; se for melt, guarde-o no freezer.

  • O processo de cura e secagem não é o mesmo que o armazenamento, mas eles conversam entre si. Não deixe seu hash curando por muito tempo, já que você pode perdê-lo; mas, caso não seja feito com fresh frozen, não consuma todo antes de passar por um pequeno processo de cura.

E aí, gostou dessas dicas? Bom, seguindo esses passos, a gente garante uma cannabis bem conservada, para os melhores becks da sua vida. Além disso, ninguém merece perder a erva pra fungo, né? Quem guarda bem, sempre tem.

Até a próxima, com mais dicas canábicas pra melhorar a vida – e a brisa!

guest
13 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
marcilio.guimaraes2@gmail.com
2 anos atrás

Excelente post como sempre vcs trazendo muito conteúdo de qualidade! Mas ainda fiquei com uma dúvida, até quanto tempo é recomendável guardar uma flor?

Pri
Pri
2 anos atrás

Excelente conteúdo, mas fiquei com uma dúvida, eu posso guardar a maconha já dichavada? Se sim, qual seria o lugar ideal? Obrigada desde já 😉

bychester007@gmail.com
1 ano atrás

maconha dixavada tu guarda naqueles potin de mentos que vem é top ele é longo e plastico duro sem xeiro.

ricardohomet@gmail.com
1 ano atrás

Congelar haxixe é boa solução?

marcilio.guimaraes2@gmail.com
2 anos atrás

Excelente post como sempre vcs trazendo muito conteúdo de qualidade! Mas ainda fiquei com uma dúvida, até quanto tempo é recomendável guardar uma flor?

bychester007@gmail.com
1 ano atrás

maconha dixavada tu guarda naqueles potin de mentos que vem é top ele é longo e plastico duro sem xeiro.

ricardohomet@gmail.com
1 ano atrás

Congelar haxixe é boa solução?

marcilio.guimaraes2@gmail.com
2 anos atrás

Excelente post como sempre vcs trazendo muito conteúdo de qualidade! Mas ainda fiquei com uma dúvida, até quanto tempo é recomendável guardar uma flor?

bychester007@gmail.com
1 ano atrás

maconha dixavada tu guarda naqueles potin de mentos que vem é top ele é longo e plastico duro sem xeiro.

ricardohomet@gmail.com
1 ano atrás

Congelar haxixe é boa solução?

Marcílio
Marcílio
2 anos atrás

Excelente post como sempre vcs trazendo muito conteúdo de qualidade! Mas ainda fiquei com uma dúvida, até quanto tempo é recomendável guardar uma flor?

Michel Lucas
Michel Lucas
1 ano atrás

maconha dixavada tu guarda naqueles potin de mentos que vem é top ele é longo e plastico duro sem xeiro.

Ricardo Homet
Ricardo Homet
1 ano atrás

Congelar haxixe é boa solução?