Cultivo

Cultivo de maconha: Como esconder que você planta

Plantar maconha em contextos proibicionistas pode pedir mais discrição! Vem com a gente entender como esconder que você cultiva a verdinha.

Cultivar maconha em contextos proibicionistas pode ser bastante arriscado: além de perder suas plantas, dinheiro, energia e tempo, você ainda pode perder a sua liberdade. Hoje em dia, existe uma flexibilização bem maior, e a possibilidade de obter um Habeas corpus que autoriza o autocultivo já deixou muitos maconhistas mais à vontade. Mas, caso essa opção não seja uma possibilidade para você, existem formas mais discretas de manter o seu cultivo.

Entretanto, antes de falar sobre elas, precisamos lembrar que estamos tratando da situação brasileira, e ela não é lá muito favorável para uma grande maioria. Sabemos que a polícia escolhe seus alvos a partir da cor, da classe e até do CEP — portanto, a gente pede que você não tome decisões por impulso e avalie bem todos os riscos antes de começar a cultivar. Afinal, sem o devido cuidado, o autocultivo deixa de ser uma estratégia de Redução de Danos, e pode acabar colocando você em situações de perigo.

Recados dados, vamos ao ponto! Aqui, você encontra nossas principais dicas para manter o seu cultivo bem low profile e reduzir suas chances de ser pego com a mão na terra. Vem com a gente descobrir como esconder que você planta.

Plante sua maconha dentro de casa

Sim, a gente é fã demais do cultivo outdoor, cheio de solo vivo e luz do sol, mas nem todo mundo pode se dar esse luxo. Uma das formas mais fáceis de controlar cheiros, barulhos e equipamentos é separando um quartinho (ou um canto da sua residência) para plantar. E você nem precisa de um cômodo inteiro: você pode encontrar caixas e tendas de cultivo pela internet, que são ótimas para quem tem pouco espaço.

Aqui, a gente fala um pouquinho mais sobre a diferença entre cultivo indoor e outdoor!

Foto colorida de um  filtro de carbono dentro de uma tenda para cultivo de maconha
O filtro de carbono é um grande aliado contra o delicioso aroma do seu cultivo indoor. Fonte: Terrabloom

Cuidado com os odores!

Por conta de seus deliciosos terpenos, a maconha tem aromas bem distintos — e que podem ser facilmente identificados por vizinhos fuxiqueiros e até uma galera mal intencionada. Portanto, o controle de cheiros deve ser uma das suas principais preocupações na hora de manter um cultivo bem discreto!

  • O fluxo de ar e os filtros de carbono são seus melhores amigos e podem reduzir o cheiro do seu cultivo indoor. Se certifique de adicionar os filtros em qualquer saída de ar, e de vedar bem o seu espaço de plantio.
  • Para aqueles que têm um grow ligeiramente maior e/ou um conjunto de plantas com cheirinho particularmente pungente, um gerador de ozônio pode eliminar totalmente o cheiro do cultivo de plantas de maconha. É um bom investimento para quem deseja ter uma dose extra de segurança.
  • Há também várias cepas com aromas mais fraquinhos que você pode cultivar em casa, como Northern Lights, Sharksbreath e California Orange Bud, que têm cheiros mais neutros em comparação com muitas outras variedades de maconha.
  • Alguns produtores usam difusores ou velas para ajudar a encobrir os cheiros em caso de emergência. Mas lembre-se de colocar qualquer agente com aromas artificiais fora do seu espaço de cultivo para não acabar prejudicando a planta!

Não explane seu cultivo de maconha!

Lembre-se daquele famoso ditado: “em boca fechada, não entra mosca”. Um dos maiores problemas é justamente a boca grande da galera, e, às vezes, contar para apenas uma pessoa pode significar que a cidade inteira vai acabar sabendo. Se a informação cair em ouvidos errados, você pode se dar mal.

Ter menos pessoas sabendo sobre o seu cultivo reduz as chances de você ser preso pela polícia ou assaltado. Sim, pode ser difícil não poder mostrar suas incríveis habilidades de jardineira ou jardineiro, mas este é um segredo que precisa ser mantido. 

Pense assim: se você não consegue manter seu próprio segredo, como pode esperar que alguma outra pessoa o mantenha? 

Foto colorida de um cultivo com 3 vasos de plantas de cannabis, dentro de uma tenda com material refletivo
Dica: usar LED,  material refletivo forrando seu espaço de cultivo e posicioná-lo em um quarto vago próximo a uma área da casa que possa encobrir o calor gerado pelas luzes.  Fonte: Growweedeasy

Mantendo sua iluminação efetiva e discreta

Se você lembra aí dos princípios básicos de cultivo, deve saber que a iluminação e as mudanças de fotoperíodo são fundamentais para o crescimento e desenvolvimento das suas plantinhas. 

Algumas pessoas tiveram seus cultivos confiscados por causa de suspeitas da empresa de energia ou de câmeras infravermelhas. A melhor maneira de evitar que isso aconteça – e ao mesmo tempo economizar na conta de luz – é usar LED, material refletivo forrando sua tenda ou espaço de cultivo e posicioná-lo em um quarto vago próximo a uma área da casa que possa encobrir o calor gerado pelas luzes.

Espaços alternativos incluem um banheiro extra, armários, garagem ou porão. Os sótãos também podem ser bons, ainda mais no nosso belíssimo país tropical – nos Estados Unidos, muitas pessoas foram apanhadas devido à falta de neve acumulada no telhado durante os meses de inverno! 

Se livre dos seus resíduos da forma correta

Folhas de maconha no lixo de casa? Nem pensar. Isso pode parecer o básico do básico, mas muita gente acaba pegando segurança e esquecendo dessas coisas bobas — que definitivamente não são tão bobas assim.

Se você precisar descartar seus resíduos, faça-o em algum lugar que não seja muito perto de onde você mora. Outros cultivadores e cultivadoras também tentam encontrar maneiras de reciclar e reutilizar seus resíduos. Caules e folhas grandes em forma de leque são úteis para compostagem ou até mesmo para acender a churrasqueira, enquanto o solo pode ser reutilizado ao ar livre. Descaracterize qualquer tipo de embalagem de nutrientes ou outros insumos que utilizar.

Compostagem, reciclagem e lixeiras internas são sua melhor aposta quando se trata de resíduos de maconha.

Barulhos podem incomodar vizinhos…

…que podem dedurar você.

O zumbido constante das luzes, ventiladores e qualquer outro eletrônico (como aplicadores de nutrientes elétricos) em sua sala de cultivo pode causar um barulho irritante. Nas áreas urbanas, isso é abafado pelo barulho dos carros e pela agitação da vida cotidiana. Em áreas mais isoladas, isso pode ser um problema, principalmente se você não tiver paredes finas. O isolamento acústico pode ser necessário em tais circunstâncias.

Foto colorida de um cultivo de maconha escondido na floresta, conhecido como cultivo de guerrilha
Cultivo de guerrilha Fonte: motaradio

Cultivo de guerrilha

Se você leu isso tudo e ainda acha que pode ser melhor cultivar outdoor, você precisa se familiarizar com as práticas do cultivo de guerrilha. Aqui, a gente já falou bastante sobre ele!

Os cultivos ao ar livre e de guerrilha geralmente são um assunto mais complexo quando se trata de discrição. As estufas são uma boa solução, pois ficam em um espaço fechado em propriedade privada, e tudo o que você precisa fazer é garantir que você tenha filtros para o cheiro, várias outras plantas para tapar a vista e tranque sua estufa adequadamente.

Para outros tipos de cultivo ao ar livre, tendas de camuflagem, usando outras plantas como cobertura e treinando suas plantas para evitar que elas cresçam muito altas usando uma tela de malha pode ajudar a manter seu crescimento longe de olhos curiosos. Se você encontrar uma variedade de maconha que pode lidar com cultivos internos e externos, você também pode manter uma planta-mãe dentro de casa e cultivar clones ao ar livre para evitar que cresçam muito.

Essa opção é boa para quem mora no meio do mato e não tem muitos vizinhos por perto. Na cidade, ela pode ser uma missão muito mais desafiadora!

E aí, curtiu nossas dicas? Lembre-se: sua segurança deve estar sempre em primeiro lugar, e, embora o autocultivo seja uma forma de reduzir danos e de fazer o seu ativismo, ele pode ser muito mais arriscado dependendo da sua situação e localização. Sempre pese bem os riscos e benefícios antes de tomar qualquer decisão!

Se quiser saber mais sobre maconha, haxixe, RD e várias outras temáticas interessantes, vem seguir a gente lá no Instagram @girlsingreen710.

Até a próxima!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments