GIRLS IN GREEN

Queremos ter a chance de mostrar a vocês a importância do processo de cura de flores e extrações, sem que pareça algo para quem é um cultivador profissa! Tal processo tem relação direta com a qualidade e potência de todas as formas de cannabis que poderão ser consumidas. E, mesmo que pareça complexo, acreditamos que, bem guiados, todos podem aprender!

A importância do processo

A cura tem sido necessária para preservar ervas e alimentos desde o início dos tempos, e as flores de cannabis não são diferentes. Assim que uma planta é colhida, ela começa a se degradar, pois não está mais conectada a uma fonte nutricional. Enzimas e bactérias aeróbicas decompõem o excesso de açúcar e amido. O processo de cura força a planta a usar esses açúcares, amidos e nutrientes antes que eles tenham a chance de secar, potencializando o sabor e a suavidade e melhorando a potência.

Tudo isso é explicado quando entendemos que o processo de transformações químicas valiosas continuam mesmo após a colheita. Portanto, ter o clima ideal (especialmente temperatura e umidade) ajuda a melhorar a potência, permitindo que os canabinóides não-psicoativos continuem se transformando em canabinóides ácidos, como THCA, CBDA e outros. Os canabinóides ácidos também não são psicoativos, e recentemente têm sido encontrados mais e mais propriedades terapêuticas neles.

Um guia rápido de como secar suas flores corretamente

Antes mesmo de começarmos a falar sobre como curar adequadamente as flores de cannabis, primeiro precisamos falar brevemente sobre a importância de secá-las corretamente e como você pode fazer isso. A secagem é o primeiro passo para garantir a preservação dessas flores. Durante o processo, o bud deve perder entre 10% e 20% do seu peso, dependendo de quão “crocante” você quer que o produto final seja.

A maneira mais comum de se curar é cortar os galhos, aparar as folhas indesejadas (as que possuem apenas água e não tricomas) e pendurá-los de cabeça para baixo em um quarto com condições ideais. Nos primeiros três dias, uma temperatura de 68F (20° C) e uma umidade relativa de 55% garantirão que os buds cheguem a um nível de 30 a 40% de teor de água. A partir de então, a temperatura deveria cair para 64F (18°C) para retardar o processo de secagem, mantendo a umidade. Isso permite que a clorofila se decomponha, não deixando um sabor amargo e verde, e que os amidos sejam usados a tempo.

Uma boa maneira de ver se a flor está seca é quebrar um galho pequeno e ele fazer o barulho de quebrar, e não de dobrar. Além disso, depois de alguma experiência, pode-se segurar o bud e saber pela “crocância” se ele está pronto ou não. É importante lembrar que, durante a cura, o bud ficará mais seco também.

Flores de maconha devidamente secas 

As melhores maneiras de curar flores de cannabis

Depois que as flores estiverem secas, o próximo passo é começar o processo de cura. Se você não cortou tudo o que precisava agora, é o melhor momento para terminar e tirar todas as folhas indesejadas e separar os buds dos galhos maiores, sem muito movimento muito para preservar os tricomas na planta.

Coloque os buds trimados em potes de vidro com fecho hermético para garantir a preservação dos terpenos e flavonóides – mas não encha muito! As flores necessitam de um pouco de oxigênio e espaço para mover livremente com o agitar dos frascos. Depois disso, é importante guardá-los em um local fresco, seco e escuro (18°C, com 50% a 60% de umidade), enfatizando a parte escura, pois a luz acelera o processo de degradação dos buds. Nos primeiros dias, as flores se hidratam um pouco na área externa o que é normal.

“A cura da maconha corresponde ao envelhecimento de um bom vinho. Se a qualidade da erva for média, não vale o esforço e o tempo necessário para curá-la. Por outro lado, se as flores são de alta qualidade, vale a pena esperar um pouco mais para tirar o melhor proveito disso.”

– FRANCO, Strain Hunter

Durante a primeira semana, recomendamos abrir os potes algumas vezes por dia e deixar as flores respirarem por alguns minutos. Isso permite que a umidade escape e substitui o oxigênio dentro do pote. O ideal é que a umidade esteja entre 60 e 65%; você pode usar o Boveda para controlar a umidade e garantir a melhor cura. Após a primeira semana, você só precisa abrir a jarra de vidro a cada poucos dias e seus buds estão prontos para fumar após duas a quatro semanas. Para uma cura ideal, alguns podem esperar até dois meses antes de fumar.

Extra: as melhores maneiras de curar o seu hash

Para extrações, a importância da cura não é tão diferente do que seria para as flores, pois, com condições ideais, também se preserva o sabor e a suavidade e melhora a potência. Entretanto, para o hash, um fator importante a ser considerado é se a matéria-prima usada para produzir a extração foi congelada ou não. Além disso, ultimamente, os produtores de hash têm estudado as diferenças no tempo para congelar as flores (o famoso fresh frozen, o flower rosin feitos com a planta viva) antes de serem usadas para fazer o hash, mas também as diferenças nos efeitos que isso pode ter no nosso corpo, uma vez que as flores congeladas assim que cortadas da planta são mais altas em THCA.

Como seria com as flores, a melhor maneira de curar a extração é em frascos de vidro em local frio, seco e escuro. A diferença entre eles é que as flores estão prontas em quatro a oito semanas, enquanto que para a cura adequada de uma extração pode-se esperar de três a quatro meses. Dito isso, e com a sabendo que normalmente se carrega menos quantidade de extração, quem gosta muito costuma a transportar a extração em pequenos frascos de vidro dentro de um pote de plástico escuro, com fechamento hermético.

Durante séculos, nos países onde o haxixe surgiu pela primeira vez, a cura e o envelhecimento do haxixe foram uma arte altamente incentivada. Mantê-lo por muito tempo pode ter alguns truques, é importante abri-lo periodicamente para evitar o mofo e saber que alguns dos terpenos serão perdidos, enquanto a potência e os efeitos mudarão e aumentarão.

guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Edilson
Edilson
5 meses atrás

Gostei das instruções