Redução de Danos

Como cortar a onda do beck e diminuir os efeitos da maconha

“Chapei demais! E agora?” Muita calma nessa hora. A gente já passou por isso e vamos trazer algumas dicas valiosas para dispersar os efeitos da maconha.

Pode ser que você tenha comido um comestível muito potente, segurado a fumaça por tempo demais, dado um dab muito quente ou simplesmente tenha uma tolerância mais baixa quando o assunto é maconha. Mas a realidade é que quase todo mundo já passou pela barra que é chapar demais e se perguntar: como cortar a onda do beck?

A verdade é que nem sempre os efeitos da maconha vão ser tão positivos quanto a gente deseja, e isso depende de inúmeros fatores — desde o que você está usando até o seu estado mental no momento do uso. Ter estratégias para lidar com as consequências de uma chapadeira desconfortável faz parte da Redução de Danos, e todo maconhista que se preze deve conhecer pelo menos algumas.

E a boa notícia é que, embora as bad trips ou mesmo os tetos pretos possam acontecer, eles normalmente são inofensivos e passam rápido. Aqui, vamos mostrar para você como sobreviver a eles.

Vem com a gente!

 

Quanto tempo demora para passar a brisa da maconha?

Segundo estudos, depois de usar maconha, o tempo de duração da sua chapadeira depende de uma variedade de fatores: 

Normalmente, quanto maior a quantidade de THC de um produto de maconha, mais tempo a brisa vai durar, embora possa não ser necessariamente mais intensa. Os concentrados são a forma mais potente de maconha e com maior teor de THC normalmente, com comestível e flores seguindo atrás.

Portanto, tenha sempre em mente que a dosagem, a qualidade do que é consumido e a química do seu corpo contribuem para sua experiência. Também é importante lembrar que o usuário regular ou crônico conta com uma maior tolerância e pode ficar sóbrio muito mais rápido do que o consumidor ocasional que vai à festa algumas vezes. 

Segundo a pesquisa que já citamos acima, a janela de duração para os efeitos da maconha em diferentes métodos de consumo fica entre três e 10 horas, mas para a maioria das pessoas é cerca de 4 horas.

 

Sinais de que você chapou demais

Se você chapar demais, normalmente você vai perceber. Mas se você não tiver certeza, existem alguns sinais que você pode observar. Normalmente, passar do seu limite usando maconha pode causar:

  • ansiedade;
  • náusea;
  • tontura;
  • pânico;
  • paranoia;
  • confusão;
  • transpiração excessiva.

 

O que acontece quando você chapa demais?

Mesmo que pareça que você está morrendo, lembre-se que isso não vai acontecer.

A chapadeira vem do THC, que se liga aos receptores CB1 de nossos sistemas endocanabinoides, que ficam em grande parte em nosso cérebro. Ou seja: é a sua cabeça que está produzindo esses efeitos negativos! Até porque não é possível consumir THC suficiente para morrer.

A presença do THC em nossos sistemas corporais pode transmitir sensações de relaxamento, sonolência, fome (a famosa larica), euforia e falta de coordenação, mas a grande variedade de cepas e produtos torna difícil prever quando uma alta se torna excessiva. Em casos raros, como pessoas que sofrem de síndrome de hiperêmese canábica, você pode sentir náuseas ou tonturas. Mas isso também vai passar!

 

Dicas de como cortar a onda do beck (ou comestível ou concentrado)

como cortar onda do beck
Concentrados também podem causar experiências difíceis para iniciantes, viu? Imagem: Girls in Green.

Vamos ao que interessa. Essas são estratégias trazidas tanto em estudos quanto na nossa experiência própria como chapadinhas de plantão:

Alimente-se e beba água

Assim como beber água entre drinks ajuda a não sucumbirmos à ressaca, a água também vai ajudar você se acabar chapando demais. Se manter hidratado vai ajudar a combater a boca seca e distrair a sua mente. Mas foque na água — bebidas alcoólicas ou cafeinadas não são uma boa ideia nesse momento.

Algumas pessoas também percebem que um lanche leve ajuda a aliviar os desconfortos de uma brisa errada. Considere frutas, nozes ou uma saladinha e veja se as coisas melhoram. Algumas pesquisas sugerem que os terpenos em nossos alimentos, que também são abundantes na maconha, podem ajudar a mitigar a chapadeira. Estudos sugerem que o pinhão, por exemplo, pode ser uma boa por conter pineno — sabia dessa?

Conte com a pimenta preta, o limão ou um pouco de CBD

Se você está incomodado com paranoia e ansiedade, um ingrediente simples pode vir te socorrer: a pimenta preta. Esse truque já foi repassado até pelo Neil Young! Mastigar alguns grãos de pimenta preta, embora não seja 100% comprovado, libera o cariofileno, terpeno que ajuda a relaxar.

Outro ingrediente milagroso é o limão: fatie um limãozinho, cheire a fruta e chupe seu suco. O limoneno, terpeno encontrado em frutas cítricas e muitas variedades de cannabis, foi estudado por seus efeitos de redução de ansiedade.

Além disso, temos o canabidiol! O CBD é um excelente composto para combater a ansiedade e, para muitas pessoas, pode ser usado para neutralizar o excesso de THC — por conta do efeito comitiva, ou entourage. Os mecanismos calmantes do CBD funcionam modulando a sinalização do receptor associada ao THC. Como o CBD não se liga aos receptores CB1 do cérebro como o THC, ele pode equilibrar e diminuir a intensidade da brisa.

Mantenha a calma e descanse

Encontre um lugar calmo e tranquilo, sem muitos estímulos, onde você possa descansar e respirar profundamente. Lembre-se, o desconforto intenso que você está sentindo passará. Respire profundamente e profundamente pelo nariz e expire pela boca. Concentre-se no som da sua respiração e descanse um pouco.

Tente usar alguns exercícios de respiração, ou até uma meditação guiada disponível em aplicativos ou no YouTube.

Às vezes, dormir pode ser a melhor alternativa para interromper uma onda forte, mas nem sempre é fácil desligar o cérebro. Depois de encontrar uma área zen, deite-se e relaxe. Se você se sentir sonolento, tire uma soneca. Se você não conseguir, fique confortável até se sentir forte o suficiente para voltar a se levantar.

Distraia-se!

Todas as atividades que parecem divertidas enquanto estamos chapados também são uma ótima maneira de se distrair enquanto você tenta voltar de uma brisa muito forte. A gente sugere:

  • assista a um desenho animado, sua comfort series ou um filme bobo;
  • ouça seu álbum favorito ou uma playlist bem good vibes que nem essa aqui que fizemos;
  • converse com seus amigos para se sentir acolhido e tranquilo;
  • aconchegue-se com seu mozão ou bichinho de estimação;
  • tente fazer algo, como desenhar, rabiscar, escrever ou colorir;
  • coma algo gostoso que deixe seu estômago feliz;
  • tome um banho morno (não muito quente para não baixar sua pressão!).

Você pode escolher a atividade que mais gosta de fazer, desde que não seja algo que dê ainda mais ansiedade ou contribua para sua confusão mental. Por exemplo: a gente não recomendaria um filme de terror, mas se isso for acalmar você…

Dica bônus: tome um ibuprofeno

Se tudo falhar, um ibuprofeno pode ser uma boa ideia! Um estudo descobriu que o ibuprofeno pode neutralizar alguns efeitos do THC. A gente prefere as ideias mais naturais para deixar os remédios para quando estamos doentes ou realmente precisamos deles. Mas, se você não se importar com isso, não custa tentar, certo?

Conheça seus limites antes de consumir maconha

É, amore: saiba se respeitar acima de tudo! Imagem: Girls in Green.

Essa dica é valiosa para tudo na vida: respeite os seus limites.

Tente se preparar para sua sessão canábica de acordo com seu nível de tolerância. Se você sabe que mais de dois peguinhas em um baseado o deixa ansioso, não ultrapasse sua zona de conforto. Isso provavelmente não vai ajudar você ativamente quando estiver em crise, mas é essencial para evitar uma nova.

Além disso, você pode preferir consumir maconha, comestíveis ou concentrados com amigos em quem você confia e com quem já fumou antes, e não se sinta pressionado a consumir de acordo com seus níveis de tolerância. É muito bom fazer novos amigos, mas estar cercado por estranhos pode piorar ainda mais a ansiedade — ou até botar aquela pressão para você mostrar que aguenta, sabe?

Vá devagar, especialmente ao consumir comestíveis. Recomendamos tentar uma dose padrão de 10 mg (ou mesmo 5 mg com muita cautela) e esperar pelo menos uma hora, se não duas, antes de aumentar sua dosagem de comestíveis. O mesmo vale para dabs ou vaporização. Se você está acostumado a ocasionalmente dar uma tragada no seu vaporizador pessoal, não fique sentado em um círculo fumando por horas e horas.

 

E aí, gostou dessas dicas de como cortar a onda do beck?

A gente espera que pelo menos uma delas ajude você quando você mais precisar. E lembre-se: uma brisa errada pode parecer muito assustadora, mas ela vai passar e você vai ficar bem. 

Por aí, você tem alguma dica para esses momentos de chapação intensa? Conta aqui pra gente nos comentários e não esquece de nos seguir lá no Instagram @girlsingreen710 para estar sempre por dentro do nosso conteúdo.

Até a próxima!

 

Editado em: 07 de setembro de 2023.

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gisberta Kali
Gisberta Kali
1 ano atrás

Eu adorei o texto. Li no momento da bad. Segui os conselhos e… Fiquei entendida e leve ao mesmo tempo! É gratificante ver algo tão informativo e linguisticamente afetivo chegar até nós.

Last edited 1 ano atrás by Gisberta Kali
Débora
Débora
1 ano atrás

Li um dia depois da bad. Vou testar o ibuprofeno. Achei q ia morrer ontem, vi alguns posts, conclui que esse lance da respiração e se manter calmo ajuda muito.

Sayonara
Sayonara
1 ano atrás

Quando comecei a ler, pensei “meu Deus, quem q eh a patricinha fraca que vai passar mal com um beck?” Pois já sou usuária de drogas mais pesadas rsrs mas aí me lembro q qnd comecei a usar drogas pela maconha tbm passei mto mal, pensei que fosse até morrer, a patricinha fresca sou eu mesma kkk

Laquanda
Laquanda
1 ano atrás

Vey, vi aqui pra passar a chapadeira mas tem só informção, que quero ler quando tiver não chapada.

Lucas
Lucas
1 ano atrás

A minha maior bad trip JAMAIS será superada! Eu cheguei ao ponto de pedir a deus pra que me levasse, pois eu não tava sabendo lidar com aquilo e achava que nunca iria passar aquele terror corporal e mental que eu tava sentindo.
Ali eu ví o quanto essa planta é poderosa, porém é preciso saber usa-la.
Não exagerem na sessão galera, respeitem os próprios limites.

Mateus Borges
Mateus Borges
17 dias atrás
Reply to  Lucas

Daria muito para poder falar com você, eu estou numa bad agora, e no meio dessa bad eu pensei a mesma coisa que você. Ainda estou aguardando a bad passar , tá ligado, tá aqui ainda. Mas pensei a mesma coisa e dessa vez vou diminuir rsrs

Max
Max
1 ano atrás

Pequei o artigo pra ajudar um amigo que ficou tão chapado que nem lembrava quem eu era, ajudou bastante

Celso
Celso
1 ano atrás

Muito bem descrito

Angel
Angel
1 ano atrás

To na bad nesse exato momento kkkkkkkk (rindo de nervoso) 🤣 ai fui inventar que comer uma fruta como o indicado quase me engasguei com a maçã kkk

Lohayne
Lohayne
11 meses atrás

Me senti conformada e acolhida mas como sempre no final era só a brisa do beck

Kleison Santos
Kleison Santos
5 meses atrás

Chapei demais viu vlw🤣👍🏽