GIRLS IN GREEN

O óleo de maconha tem finalidades infinitas, com ele você pode fazer receitas veganas, óleo medicinal, lubrificante de cannabis e muito mais. Nessa receita você aprende a base perfeita para novas maneiras de usar de produzir a sua medicina.

O óleo de maconha é uma das bases da culinária canábica, com ele você pode criar diversos pratos à base de maconha e até mesmo o famoso lubrificante canábico para chapar sua ppk.

Antes de preparar a receita do seu óleo, é IMPRESCINDÍVEL que você realize a descarboxilação da sua planta! Aqui temos um passo a passo completo de como realizar esse processo e porque ele é tão importante para a ingestão da cannabis.

Pote de óleo de coco canábico, mão da Alice segurando uma folha
Óleo de coco canábico

Observação importante!

Nem todo mundo tem acesso à cannabis em buds, e não tem problema se você quiser descarboxilar o prensado. Afinal, o processo é basicamente o mesmo. Nossa única recomendação é que você lave seu prensado antes disso – para remover impurezas e sujeiras que possam se misturar às suas receitas depois. Ninguém aqui quer comer brisadeiro com terra, né?

Óleo de coco canábico

Para quem é vegano ou está tentando diminuir o consumo de produtos de origem animal, o óleo de coco é o substituto perfeito para a manteiga. Ele ainda vai permitir que você faça suas receitas canábicas com toda a potência e sabor que você deseja. Anota aí como fazer:

Ingredientes:

  • 50 ou 100g de óleo de coco

  • Uma xícara 5 a 10 de cannabis descarboxilada

Passo a passo:

  • Moa a cannabis em pedaços grosseiros.

  • Combine óleo e cannabis e aqueça os dois juntos, em fogo baixo. O cozimento pode ser feito de várias maneiras: em banho-maria, em ponto baixo, por pelo menos 6 horas (8 é melhor), mexendo ocasionalmente; ou em uma panela simples em fogo baixo por pelo menos três horas, mexendo com frequência (já que diretamente na panela a mistura é mais suscetível a queimaduras). Em todos os casos, uma pequena quantidade de água pode ser adicionada aos ingredientes para ajudar a evitar a queima. Nota: qualquer que seja o método escolhido, a temperatura do óleo não deve exceder 118°C. Para controlá-la, use um termômetro de cozinha.

  • Coe com uma gaze (sem apertá-la) e guarde o óleo. O prazo de validade é de pelo menos dois meses e pode ser estendido com refrigeração.

Nós sempre gostamos de lembrar que a combinação de canabinóides e algum tipo de óleo, quando ingeridos em conjunto, são uma das formas mais eficazes de absorção desses compostos. 

Além dos efeitos serem mais intensos do que quando se fuma unzinho, a duração dos efeitos são imensamente maiores. Então, se prepare com antecedência para ficar um tempinho na chapadeira! Nesse post te contamos todas as dicas de redução de danos para garantir uma experiência incrível e sem bad trip.

Depois desse processo, você pode fazer suas receitas canábicas favoritas. Cookies, brownies e o que mais você quiser: banca o chef e manda ver.

Curtiu o texto? Compartilhe com seus amigos canábicos e, se cozinharem, mostrem pra gente o resultado lá no Instagram!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments