Cultivo

5 insetos benéficos para o seu cultivo de maconha

Assim como temos insetos que podem acabar com um cultivo, existem insetos benéficos — anjos da guarda que ajudam a manter um jardim livre de problemas. Vem conhecer!

Pulgões, tripes, ácaros… para quem cultiva maconha, só ler esses nomes já dá uns bons calafrios! Esses insetos são indesejados no nosso jardim porque prejudicam o crescimento e o desenvolvimento saudável de nossas amadas plantinhas, e precisamos de formas eficazes de mantê-los bem afastados. E uma das estratégias mais limpas de fazer isso são os insetos benéficos, predadores naturais de alguns de nossos maiores pesadelos.

E não é nem brincadeira: só quem já viu um cultivo tomado por mites sabe a dor no coração que é. Já vimos casos de pessoas que precisaram sacrificar dezenas de plantas por conta deles. Isso gera um desperdício enorme de tempo e de dinheiro, sem contar na frustração.

Então, largue os galões de pesticida que podem prejudicar a sua saúde e a do planeta, e venha com a gente conhecer 5 insetos benéficos que você definitivamente vai querer no seu cultivo!

Díptico de fotos coloridas: a foto da esquerda mostra a vista frontal de uma joaninha em uma planta. Foto da direita mostra uma joaninha atacando os pulgões
Joaninha atacando os pulgões fonte: funverde

Joaninhas

Ela é toda lindinha e delicada, mas só quem já viu uma joaninha em ação sabe que ela é uma pequena máquina mortífera. Elas são uma poderosa ferramenta de controle de pragas, principalmente os pulgões. Para você ter uma ideia:

  • As joaninhas adultas têm uma vida útil de 2 a 3 anos e comem até 25 pulgões por dia. 
  • No entanto, suas larvas em estágio avançado consomem até 250 pulgões por dia para alimentar seus surtos de crescimento.

Sim, gente. Elas comem pra caramba.

Joaninhas dependem de pulgões para sobreviver e criar seus filhotes. Por isso, elas colocam seus ovos estrategicamente entre as colônias de pulgões. Depois da eclosão, as larvas começam a comer compulsivamente esses bichinhos que podem causar estragos gigantescos no nosso grow. 

E não é só isso: adultos e larvas também caçam e devoram ovos de mariposas, besouros, ácaros e tripes.

Como usar joaninhas no seu cultivo

Cultivadoras e cultivadores já podem comprar joaninhas vivas em viveiros e lojas especializadas em artigos de jardinagem. E, mesmo que tecnicamente elas sejam livres para voar para outros jardins (caso estejamos falando de um cultivo outdoor), manter algumas flores e outras plantas companheiras pode ajudar você a mantê-las por perto por muito tempo. 

Plantas que atraem joaninhas

Para atrair e manter essas bonitas em seu jardim, plante espécies companheiras como:

  • Coentro;
  • Cebolinha;
  • Calêndula;
  • Dill;
  • Milefólio.
Foto colorida de um Inseto assassino, percevejos da família Reduviidae, parado sobre uma folha
Inseto assassino Fonte: canr.msu.edu

Insetos assassinos

Percevejos da família Reduviidae, os insetos assassinos (ou assassin bugs, como são chamados em inglês) não recebem esse nome à toa. Eles são caçadores que jogam sujo, combinando ilusionismo e veneno para matar suas vítimas. Suas bocas são projetadas para perfurar suas vítimas e sugar proteínas. Ao morder, eles injetam sua saliva venenosa que definitivamente facilita seu trabalho.

E olha só que doido: depois de comer as partes mais gostosas de sua vítima, eles costumam esperar ao lado dos restos mortais por outros insetos mais curiosos que passam para checar a cena do crime. Assim, eles conseguem capturar lagartas, joaninhas e diferentes espécies de moscas.

Como usar insetos assassinos no seu cultivo

Para usar insetos assassinos no cultivo, coloque seus ovos perto dos focos de infestação. Eles levam cerca de 10 dias para eclodir. Depois, eles imediatamente começam a comer. E muito.

Plantas que atraem insetos assassinos

Para atrair insetos assassinos de forma natural, plante:

  • Margaridas;
  • Alfafa;
  • Dentes-de-leão;
  • Funcho.
Foto colorida de um Louva-a-Deus, insetos benéficos, sobre uma folha, em ambiente externo. O fundo da foto está desfocado
Louva- a-Deus em ação Fonte: klimanaturali

Louva-a-Deus

Os louva-a-deus são mestres da discrição e da paciência. Bem verdinhos, esses insetos benéficos conseguem se camuflar muito bem no meio das plantas de maconha — enquanto escaneiam atentamente os arredores em busca de comida. Os bichinhos da espécie podem perseguir suas presas por dias a fio, e atacam diretamente no pescoço. 

Esses caçadores habilidosos comem tudo o que conseguem, mas seus lanches favoritos definitivamente são pulgões, lagartas e moscas-brancas. Bom para a gente, certo?

Como usar o louva-a-deus no seu cultivo?

Espalhe ovos de louva-a-deus em todo o seu jardim para liberar uma horda de caçadores famintos. A eclosão pode levar até 6 semanas, dependendo da idade dos ovos. Uma vez chocado, os jovens se dispersarão pelo jardim e começarão a fazer o trabalho sujo (que, para eles, é bem divertido, na verdade).

Plantas que atraem louva-a-deus

Os louva-a-deus adoram arbustos grandes e espessos para criar suas casinhas perfeitas. Para atrai-los, plante:

  • Manjericão;
  • Alecrim;
  • Lavanda;
  • Hortelã.
Foto colorida feita através de um microscópio de nematoides, insetos benéficos, em fundo cinza claro
Nematoide visto por um microscópio. Fonte: Sodsolutions

Nematoides

Os nematoides são seres minúsculos, que parecem vermes e habitam o solo vivo. Esses pequeninos pertencem a duas categorias principais: 

  • Nematoides parasitas de plantas, que se alimentam de raízes. Eles usam suas bocas afiadas para perfurar raízes, se alimentar e até viver dentro delas.
  • Depois, há os nematoides predadores. Esses benfeitores não curtem tanto o gostinho das raízes, e preferem lesmas, besouros, lagartas e mariposas. São esses aqui que a gente quer no nosso jardim!

Como usar nematoides no seu cultivo?

Os nematoides geralmente são vendidos na forma de esponjas. Coloque uma esponja em um regador, aplique a solução nas áreas afetadas do seu cultivo e veja a mágica acontecer.

Plantas que atraem nematoides

Depois de introduzir nematoides predadores em seu jardim, você pode mantê-los por perto aumentando a diversidade e proporcionando um ambiente ideal. Cubra seu solo com matéria orgânica e semeie culturas de cobertura, como trevo branco. Isso vai fazer com que eles se sintam em casa e não queiram mais deixar seu espaço. Perfeito, certo?

Foto colorida de uma  larva de Crisopídeos. Ao fundo vemos a pele de uma pessoa branca
Larva de Crisopídeos Fonte: insetologia

Crisopídeos (ou bicho-lixeiro)

Os crisopídeos são insetos benéficos que possuem uma dieta bem variada. Normalmente, os adultos da espécie hibernam durante o inverno e põem seus ovos no final da primavera ou início do verão. Quando grandinhos, eles viram vegetarianos e se alimentam de néctar, pólen e mel. São as suas larvas que fazem o trabalho sujo de limpar seu jardim.

Após a eclosão, essas pequenas criaturas vasculham as plantas em busca de insetos como pulgões, tripes, moscas-brancas, cigarrinhas e ácaros. Eles se alimentam por até duas semanas antes de formar um casulo e fazer a transição para a idade adulta — quando, mais zen, desistem de comer carne.

Como usar crisopídeos no seu cultivo?

Jardineiras e jardineiros têm a opção de comprar larvas de crisopídeos para garantir sua presença no jardim. Por terem um ciclo de vida tão curto, os produtores devem aplicá-los conforme necessário. 

Basta colocá-los diretamente nas plantas afetadas por pulgões para resolver o problema de forma rápida, eficaz e limpa.

Plantas que atraem crisopídeos

Você pode atrair crisopídeos para o seu jardim usando algumas “iscas”, como:

  • Aneto;
  • Alcarávia;
  • Funcho;
  • Coentro.

Outros insetos benéficos incluem:

Libélulas: quando adultas, se alimentam de mosquitos, moscas, formigas, cupins e praticamente qualquer inseto voador pequeno o suficiente para serem capturados.

Vespas Potter: essas vespas parasitas são bem pequenas (mas bem pequenas mesmo) e coletam lagartas para alimentar seus filhotes. 

Trichogramma: outra espécie de vespas parasitas, elas são menores que as anteriores e depositam seus ovos dentro ou sobre lagartas, paralisando-as. 

Ácaros predadores: segundo a Susteinable Cannabis Coalition, espécies como os ácaros Swirki e Spical ajudam a manter as defesas das plantas contra qualquer coisa que possa estar atacando suas folhas.

A gente acredita que o controle integrado ou biológico de pragas é a melhor alternativa para manter plantas saudáveis e a Mãe Natureza feliz. Por isso, use desses insetos com muito amor e carinho para garantir colheitas lindas, saudáveis e livres de qualquer substância tóxica — bem como danos causados por insetos mal-intencionados.

Curtiu essas dicas? Fique de olho aqui no blog para mais informações, e não esqueça de nos seguir lá no Instagram @girlsingreen710 para saber tudo sobre cultivo, haxixe e outras novidades do universo canábico.

Até a próxima!

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
João
João
1 ano atrás

Bom Domingo ! Sabe quem vende esses insetos, larvas ou ovos deles no Brasil ? Grato por compartilhar.

Carol
Carol
1 ano atrás
Reply to  João

Tbm gostaria de saber 😅😅😅